Futebol/Campeonato Brasileiro

Rodrigo Caio quer atuar na Europa, mas se divide por Copa do Mundo

Bruno Calió - São Paulo , SP
30/05/2017 15:40:49 — 30/05/2017 18:19:08

Em: Brasileiro Série A, Futebol, São Paulo

Rodrigo Caio está dividido sobre deixar o São Paulo. Com sondagens da Europa e na mira de gigantes italianos, o zagueiro afirma que está feliz no Tricolor, mas não nega o sonho de atuar fora do país. Acima da vontade de ir para o Velho Continente, porém, está apenas seu desejo por jogar a Copa do Mundo de 2018 com a Seleção Brasileira.

“Deixo claro para todos que tenho o sonho de jogar na Europa e vou alcançar isso um dia. Mas com calma. Preciso jogar em alto nível no meu clube, como estou fazendo. A janela de transferências vai se abrir e o foco está aqui. O que tiver de ser, será”, afirmou, antes de falar sobre o sonho de disputar uma Copa do Mundo.

“Tenho a vontade de jogar na Europa, mas meu sonho maior é disputar a Copa do Mundo. Qualquer decisão que eu tomar será pensando nisso. Para ter uma chance de jogar a Copa, preciso estar em alto nível, atuando constantemente e em um grande clube. Encotro isso aqui hoje, por isso digo que estou feliz. Para sair do São Paulo preciso ir para um lugar onde tenha certeza que vou jogar”, completou.

O zagueiro de 23 anos foi convocado por Tite na última lista do treinador para a Seleção Brasileira. O treinador do time canarinho, na ocasião, afirmou que o chamado se deu por motivos técnicos e de caráter, se referindo ao caso de fair play de Rodrigo Caio. A questão, inclusive, motivou uma resposta de Rogério Ceni.

“É uma alegria e satisfação imensa vestir a camisa da Seleção Brasileira. Valorizo isso. Para ter a chance de competir com os ótimos zagueiros convocados pelo Tite, não vou tomar decisões precipitadas e que me façam perder essa chance de jogar a Copa Tudo será pensado com calma e paciência, tendo frieza e o apoio da família para ter certeza do que vou perder ou ganhar. O importante é que hoje estou bem no São Paulo”, finalizou.

Na última terça-feira, a Gazeta Esportiva já destacou com exclusividade uma conversa entre o zagueiro, o técnico Rogério Ceni e o advogado do clube, Alexandre Pássaro. Na ocasião, o trio passou alguns minutos isolado dos demais atletas e comissão técnica após o treinamento.

Conversa ocorreu na última terça-feira (Foto: Marcelo D. Sants/Gazeta Press)

Pássaro esteve na Itália dias antes e, segundo a posição oficial do clube, foi à uma convenção sobre um programa de scout de jogadores, que analisa diversos atletas ao redor do mundo. Diversos clubes no país, como Internazionale e Lazio, porém, manifestam interesse no futebol de Rodrigo Caio, com os nerazzurri aparecendo como favorita pelo defensor.

Apesar de ser titular absoluto da zaga são-paulina, uma possível venda de Rodrigo Caio pode ser benéfica para suprir o desejo de Rogério Ceni de contar com um grande nome como meia armador da equipe para o segundo semestre. Éverton Ribeiro era o maior desejo do treinador e consenso no clube, mas os altos valores e a preferência do atleta acabaram colocando-o próximo do Rubro-Negro. O treinador também busca um lateral-direito e mais um volante.

Rodrigo Caio nunca escondeu seu desejo de atuar no futebol europeu e já esteve próximo de deixar o Tricolor em 2014, para o Monaco-FRA, e 2015, para o Atlético de Madrid-ESP. Na última janela de transferências ele ainda recusou uma proposta do Hamburgo-ALE. O próximo período de transferências para os principais mercados europeus abre no primeiro dia de julho.