Reportagem mostra aviso de inspetor a Ricci: “TV sabe que não foi gol”

São Paulo, SP

16-10-2016 13:58:54

Na noite de quinta-feira, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 em um clássico marcado pela polêmica, em Volta Redonda. De acordo com reportagem exibida pela TV Globo neste domingo, o juiz Sandro Meira Ricci foi orientado pelo inspetor de arbitragem em campo.

Com o placar já em 2 a 1 para o Flamengo, Henrique, em posição irregular, marcou de cabeça o gol de empate do Fluminense. O assistente Emerson Augusto de Carvalho assinalou impedimento, mas Sandro Meira Ricci validou o lance. Após 13 minutos de discussão e reclamação dos dois lados, a jogada foi definitivamente anulada.

Com a ajuda de Luiz Felipe Ramos, especialista em leitura labial, a Globo mostrou alguns dos diálogos ocorridos durante a longa paralisação em Volta Redonda. Na tentativa de desestabilizar a arbitragem, jogadores dos dois clubes falam insistentemente com o trio.

No meio da confusão, entra em campo Sérgio Santos, inspetor de arbitragem, e se dirige a Sandro Meira Ricci: “A TV sabe, a TV sabe que não foi gol”. O juiz balança a cabeça positivamente, enquanto o assistente Emerson Augusto de Carvalho diz: “Pode deixar”. Aos jogadores, Sérgio Santos desconversa: “Não sei mais nada, não sei mais nada”.

A discussão continua, e Emerson Augusto de Carvalho reitera ao árbitro que o lance foi irregular: "Para mim, foi impedimento". O inspetor volta a campo e cobra Sandro Meira Ricci: “Bora. Decide ou anula. O que você falou?”. Após 13 minutos de paralisação, o juiz finalmente resolve anular o gol.


Em seguida, Sandro Meira Ricci reúne os capitães Réver e Gum. Diante do inconformismo do jogador do Fluminense, o árbitro tenta se justificar. "Posso falar? Eu vou explicar o que aconteceu. Para de xingar. Agora é mais difícil explicar o que aconteceu, tá? Gum, a gente está fazendo o melhor”, argumentou.

Antes do recomeço da partida, o meio-campista Cícero volta a falar com Sandro Meira Ricci. "Só dá para ver lá de fora. Por isso ele mudou", afirmou o jogador, se referindo ao assistente Emerson Augusto de Carvalho. "A gente não consegue ver", respondeu o árbitro.

Deixe seu comentário