Leandro Donizete dispara contra erros da arbitragem: “Acontecem na cara dura”

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

26-08-2015 22:10:22

cccccc
Expulsão de Leonardo Silva gerou muita reclamação por parte dos atleticanos (Foto: Luiz Henrique/Figueirense)

Na bronca. Foi assim que os jogadores do Atlético-MG deixaram o gramado do estádio Orlando Scarpelli nesta quarta-feira, após a equipe ser eliminada da Copa do Brasil pelo Figueirense por 2 a 1, com um gol nos minutos finais da partida.

Indignados com a atuação da arbitragem, os jogadores reclamaram bastante da expulsão de Leonardo Silva, além de uma falta não marcada no lance do segundo gol do Figueirense. Leandro Donizete era o mais exaltado e pediu “vergonha na cara” dos árbitros, alegando que os erros contra o Galo têm acontecido na “cara dura”.

"Tem que ter vergonha na cara. Não dar uma falta desta no Douglas Santos. O cara fez uma “cama de gato” nele e expulsar o Leonardo Silva novamente. Isso é difícil. Na dúvida, é tudo contra. A gente sai para o contra-ataque, eles “matam” a jogada e não dá cartão. Para nós, é cartão toda hora. Tem que ver isso logo, porque está difícil. Acontece na “cara dura” e vamos ver o que a diretoria faz", esbravejou o volante.

Companheiro de Donizete no meio-campo atleticano, Rafael Carioca reclamou que o Atlético-MG tem sido sequencialmente prejudicado pela arbitragem. "O cara empurrou, todo mundo viu. Mas é sempre contra o Atlético-MG, sempre a mesma coisa. Não vamos falar muito. Perdemos", disse.

Eliminado da Copa do Brasil, o Atlético agora disputa apenas o Campeonato Brasileiro. No domingo, o Galo visita o Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã, visando se aproximar do líder Corinthians.

Deixe seu comentário