Gazeta Esportiva |

Em jogo com três pênaltis, Argentina empata com Honduras e é eliminada

Em Argentina, Futebol - Olimpíadas, Honduras, Olimpíadas 2016
Atualizado em 10/08/2016 - 18:19:11 Compartilhe
São Paulo , SP
Ex-São Paulo, Calleri teve inúmeras chances de gol, mas não aproveitou e viu a Argentina ser eliminada (Foto: Evaristo Sá/AFP)
Ex-São Paulo, Calleri teve inúmeras chances de gol, mas não aproveitou e viu a Argentina ser eliminada (Foto: Evaristo Sá/AFP)

 

Bicampeã olímpica no futebol masculino, a Argentina terá de esperar mais quatro anos para buscar o tricampeonato. Nesta quarta-feira, a Albiceleste empatou por 1 a 1 com a seleção de Honduras e deu adeus às Olimpíadas do Rio de Janeiro ainda na fase de grupos. Os hermanos terminaram em terceiro lugar do Grupo D, com quatro pontos, mas foram superados no saldo de gols justamente pelos hondurenhos.

O resultado classificou Honduras para as quartas de final como segunda colocada da chave, atrás apenas de Portugal, que chegou na última rodada da fase de grupos já classificado. Na próxima etapa, os hondurenhos enfrentam a Coreia do Sul, que foi a primeira colocada do Grupo C.

Precisando desesperadamente da vitória, os argentinos começaram o jogo buscando o ataque e tiveram a primeira chance logo aos 14 minutos, em finalização desperdiçada por Calleri. Na sequência, Gianetti acertou a rede pelo lado de fora em cabeçada de dentro da área. Os hondurenhos responderam e por pouco não abriram o placar aos 18 minutos. Lozano saiu cara a cara com Rulli, mas bateu em cima do goleiro.

A partida seguiu equilibrada no primeiro tempo, com as duas equipes criando chances de gol. A Argentina chegou com Vega, Correa e Calleri, enquanto Honduras teve oportunidades com Lozano e Acosta, que perdeu um pênalti nos acréscimos no primeiro tempo.

A Albiceleste manteve a postura ofensiva na etapa final e logo no primeiro minuto quase marcou com Pavón. Aos nove minutos, Calleri sofreu pênalti. Correa foi para a cobrança, mas mandou para fora. Os argentinos aumentaram a pressão, porém não conseguiam chegar ao gol. Fechados na defesa, os hondurenhos assustavam nos contra-ataques.

O jogo ganhou contornos de dramaticidade para a Argentina quando Honduras abriu o placar, aos 29 minutos, em cobrança de pênalti de Lozano. Precisando da virada, os hermanos foram para cima. Calleri foi travado em finalização na marca de 37 minutos. Os hondurenhos acertaram a trave aos 44, com Elis. Aos 47, os argentinos empataram em cobrança de falta de Martínez, mas não conseguiram evitar a eliminação.

Comente

Comentários