'Fominha', Jean admite desgaste, mas se põe à disposição para atuar

Bruno Calió - São Paulo,SP

20-06-2017 18:00:32

Em 2016, o torcedor do Palmeiras se acostumou a ver Jean como presença constante entre os titulares na campanha do título brasileiro. Dos 38 jogos do torneio, o polivalente jogador participou de 34, todos iniciando o confronto. Nesta temporada, porém, a situação tem sido diferente e o atleta sofre para repetir a frequência de partidas por conta de um desgaste físico.

Das oito partidas do Campeonato Brasileiro deste ano, Jean já esteve fora de três, além de ter ficado como opção no banco de reservas em outra, número que já fica próximo de igualar a marcar do ano anterior. Tudo por causa de um de desgaste na articulação do joelho direito, que inspira cuidados, mas não faz com que o atleta pense em ficar de fora dos próximos duelos.

"Precisamos ter mais cuidado, principalmente quando tem jogos em sequência. Depois da partida contra o Inter (pela Copa do Brasil), meu joelho ficou um pouco mais dolorido. Mas estou melhorando bastante e fortalecendo para estar 100%. Voltei contra o Fluminense, não estava bem, joguei meio tempo. Agora joguei 90 minutos contra o Bahia, tive uma boa atuação, então estou feliz”, disse Jean, que deve ser titular como volante nesta quarta-feira.

"Eu gosto de jogar todos os jogos, sou assim, quero estar presente. Se estiver precisando de um volante, por conta de um desfalque ou outro, posso ajudar ali. Pode ser na lateral também, até como meia... É importante ter jogadores assim, ajuda muito o elenco e facilita muito para o Cuca também”, completou.

O treinador do Verdão não quer nem pensar na possibilidade de perder Jean contra o Atlético-GO, nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Palestra Itália. Sem Felipe Melo e Thiago Santos, com contusões no músculo posterior e adutor da coxa, respectivamente, Cuca deverá montar o setor de volantes do Palmeiras com o camisa 2 ao lado de Tchê Tchê, mantendo Mayke ou Fabiano na ala direita.

Leia mais:

Dudu evolui, mas segue como dúvida; Guerra e Keno se recuperam

Com poucos volantes, Cuca só terá retorno de Arouca em 11 semanas

Jean prega respeito ao Atlético-GO e analisa armas adversárias

"Quando alguém me pergunta qual posição eu prefiro, falo que estou pronto para trabalhar e exercer a função que o treinador pedir, só quero jogar (risos). Irei entrar em campo como se fosse final de campeonato. Seja na lateral, no meio, qualquer função”, finalizou.

Deixe seu comentário