Paulista A2

Em jogo atrapalhado pela chuva, Inter de Limeira e XV ficam no 0 a 0

São Paulo , SP
13/04/2019 20:53:45 — 13/04/2019 21:22:39

Em: Campeonato Paulista A2, Futebol, XV de Piracicaba

Neste sábado, no Estádio Major José Levy Sobrinho, o Limeirão, Inter de Limeira e XV de Piracicaba não saíram do 0 a 0 em partida válida pela primeira semifinal da Série A2 do Campeonato Paulista. Mesmo com o gramado atrapalhado pela chuva, as equipes até criaram boas chances, mas pararam na falta de precisão e nas boas intervenções dos goleiros.

Os primeiros 45 minutos foram de muita disputa, mas sem gols. Por conta da forte chuva no interior de São Paulo e, consequentemente, o campo mais pesado, a partida ficou concentrada no meio-campo, setor que nenhuma das equipes conseguiu dominar. Foi o XV, no entanto, que criou as melhores chances. No início, Misael acertou a trave e, já na reta final, Ronaldo marcou, mas a arbitragem marcou impedimento.

O segundo tempo foi de menos oportunidades em Limeira. Também por conta do gramado, o jogo se encaminhou muito para os chutes de longa distância e para os levantamentos à área, que terminaram sem sucesso. No fim, os donos da casa até esboçaram uma pressão, enquanto o XV se manteve com a proposta de jogar no contra-ataque para tentar vencer longe de seus domínios.

Agora, os times voltam a campo para definir a vaga na decisão da Série A2 apenas no próximo sábado, às 19h (de Brasília), no Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba. Com o empate, quem vencer no jogo da volta garante vaga na decisão da competição.

Inter de Limeira e XV de Piracicaba não saíram do 0 a 0 (Foto: Gustavo Perim/Photopress/Gazeta Press)

O JOGO

Os primeiros minutos da partida entre Inter de Limeira e XV de Piracicaba foram de equilíbrio e bastante truncado. Sem conseguir dominar o setor de meio-campo, os donos da casa encontravam dificuldades para infiltrar no último terço do gramado e criar as chances de gol. O primeiro susto, inclusive, veio de um erros dos visitantes, que Neto tentou aproveitar, mas a bola desviou na zaga antes de sair.

Aos poucos, o XV passou a controlar as ações ofensivas e a oferecer perigo, criando a melhor chance da primeira etapa. Aos 14 minutos, Misael cobrou falta do meio-campo direto na área, a bola passou por todo mundo e explodiu na trave esquerda do goleiro Moisés, que tentou se esticar para fazer a defesa, mas contou com a sorte no lance.

A bola no poste empolgou o time de Piracicaba, que manteve o ímpeto ofensivo. Dessa vez, porém, encontrou a defesa da Inter de Limeira bem postada, dificultando as tramas ofensivas e forçando o jogo aéreo. Assim, o XV abriu o placar aos 44 minutos, mas a arbitragem anulou pela posição irregular de Gilberto Alemão e Ronaldo no rebote do cabeceio de Macena.

Assim como na primeira etapa, a Inter de Limeira começou melhor o segundo tempo e criando uma boa chance logo de início. Aos sete minutos, Jean Pablo recebeu na ponta direita e cruzou. A bola passou por Luiz Fernando, desviou em Feijão e ficou viva na grande área até Douglas Marques afastar o perigo.

O lance perigoso, no entanto, foi um lampejo em um jogo que seguiu muito disputado no meio-campo. Enquanto a Inter apostava na construção das jogadas, principalmente pelos lados do campo, o XV tentava minar o adversários nos contra-ataques. Em um deles, Kadu Barone saiu cara a cara com Moisés, mas isolou. Depois, foi marcada a posição irregular.

Na reta final, a Inter de Limeira ainda esboçou uma reação, mas seguiu encontrando dificuldades para penetrar na defesa adversária. Um dos poucos resultados foi na tabela entre Chumbinho e Élvis, que finalizou rente a trave. Do outro lado, o XV foi mais cauteloso e seguiu tentando fazer valer algum erro do adversário, que não se confirmou.