Deola chega ao Juventus para recuperar prazer em jogar após pausa

Gustavo Boldrini * - São Paulo,SP

20-10-2016 19:09:28

No início de 2016, o goleiro Deola não renovou seu contrato após 16 anos no Palmeiras e recusou propostas de outros clubes para dar uma “pausa na carreira”. No ano que vem, o arqueiro, criado na Academia de Goleiros do Palestra Itália, vestirá a camisa do Juventus da Mooca.

O goleiro foi apresentado no novo clube nesta quinta-feira, e será o líder do grupo que buscará o acesso à elite do futebol paulista em 2017. Em conversa por telefone com a Gazeta Esportiva, Deola ressaltou a rapidez nas negociações com o Moleque Travesso.

“(A diretoria e eu) tivemos poucas conversas, foi algo muito rápido. Já joguei aqui em 2007, sei o que o Juventus representa para o futebol brasileiro, embora hoje esteja numa divisão que não condiz com o tamanho do clube. A gente vai buscar esse acesso e montar um time competitivo, embora sem a maior condição financeira do campeonato”, disse Deola.


Sem clube, o ex-palmeirense ficou dez meses treinando e se aperfeiçoando para voltar. Segundo ele, esse período parado será positivo para seu retorno. “Antes eu sabia jogar futebol, era bom goleiro”, disse ele. “Mas tinha algumas coisas que não eram tão boas. Pude me aperfeiçoar e hoje me sinto em condições boas para entrar em campo. É logico que estou há um ano sem jogar uma partida oficial, mas isso não vai ser tão determinante, porque a gente tem praticamente três meses de preparação, com muitos jogos-treino e amistosos”, acrescentou.

Deola ficou por 16 anos no Palmeiras e estava com a carreira pausada (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Deola ficou por 16 anos no Palmeiras e estava com a carreira pausada (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Aos 33 anos de idade, Deola teve 16 anos de contrato com o Palmeiras, mas durante este período viveu alguns empréstimos e chegou a ser campeão estadual pelo Vitória, em 2013, e pelo Fortaleza, em 2015, adquirindo boa relação com as torcidas. No Juventus, apesar de disputar uma divisão inferior, o goleiro espera atuar bem e voltar a alavancar a carreira.

“O Juventus é um time de tradição, um time que muitos clubes olham com carinho. E agora estou num momento que quero ter prazer em jogar bola. Aqui no Juventus eu tenho isso. A torcida é cativante, o tempo todo te ajudando. Jogar no Juventus tem só a contribuir. Um campeonato bom que a gente faça, é algo que pode ajudar não só a mim, mas como aos outros jogadores”, comentou.

Além de Deola, o técnico Wilson Júnior foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira na sede social do clube. Após ficar em 11º primeiro e cair na primeira fase da Série A2 em 2016, o Moleque Travesso aposta na experiência do goleiro e na força da sua torcida para voltar à elite após nove anos.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário