Carille elogia equipe, "culpa" gramado e celebra gol fora de casa

São Paulo, SP

29-06-2017 00:38:07

Treinador corintiano não quis apontar muitos defeitos no time apesar da má atuação

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O técnico Fábio Carille não adotou um tom crítico na noite desta quarta-feira, mesmo após a má atuação do Corinthians diante do Patriotas-COL, no estádio La Independencia, em duelo que só terminou empatado por conta de um gol de Balbuena já nos acréscimos. Exaltando as dificuldades encaras pela sequência de jogos, o treinador, auxiliado pela tradução do zagueiro paraguaio, preferiu elogiar a persistência na busca pelo empate em vez de tecer críticas à performance.

"A gente sai muito feliz daqui. Não desistir nunca, persistir sempre. A gente trabalha sempre e procura colocar na mente dos jogadores cada vez mais essa coisa de não desistir nunca", disse o treinador, apontando fatores como o campo do adversário, considerado largo demais, e a altitude de 2.800m da cidade de Tunja na hora de relativizar o desempenho em campo.

"Em nenhum momento quis falar da altitude antes do jogo porque eu sei que os jogadores acabam lendo. Os jogadores, na verdade, não reclamaram. Só o Cássio antes da partida e no intervalo um ou outro, mas ficou claro que eles cansaram. A história de demorar mais para o ar entrar e a respiração normalizar. A questão do campo é nítida, muito maior do que o normal", observou.


Antes do embate, Carille havia pedido para os seus jogadores apostarem bastante no trabalho da bola no meio-campo, principalmente para descansar e evitar problemas com a altura. De acordo com o comandante, os alvinegros cumpriram à risca a determinação, mas falharam demais na execução.

"Parte tática correspondeu o que a gente esperava, de ficar bastante com a bola, rodar bastante, a técnica que ficou abaixo do esperado, mais por conta do gramado", elogiando ainda o rival. "Conseguimos observar bem os últimos jogos do Patriotas, não foi menos do que observamos e fez um bom jogo", afirmou.

O resultado dá ao Timão a possibilidade de empatar sem gols na volta, dia 26 de julho, no estádio de Itaquera, para assegurar vaga nas oitavas de final. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis, enquanto igualdade com mais tentos dá a classificação aos forasteiros. Caso haja vencedor, este estará classificado.

"Conseguimos uma pequena vantagem, fazer gol é importante, e lá dentro a gente costuma pressionar bastante, pode ter certeza que é isso que nós vamos fazer dentro de casa", concluiu Carille.

Deixe seu comentário