NBA

Los Angeles Lakers aposenta camisa 8 e 24 de Kobe Bryant

São Paulo, SP

19-12-2017 09:31:38

A segunda-feira foi de festa para Kobe Bryant. O Los Angeles Lakers aposentou os números 8 e 24, tornando o ex-ala-armador o primeiro jogador a ter duas camisas aposentadas pela mesma equipe. Apesar de toda festa para o Black Mamba, a equipe do Staples Center acabou sendo derrota pelo Golden State Warriors por 116 a 114 na prorrogação.

Natural da Filadélfia, o cinco vezes campeão da NBA foi apresentado ao público por ninguém menos do que Magic Johnson. Além disso, estiveram presentes na plateia Kareem Abdul-Jabbar, Bill Russell e Shaquille O'Neal.

Presidente de operações dos Lakers, Johnson foi o responsável por toda a cerimônia realizada durante o intervalo. Depois de vídeo em homenagem ao ex-jogador de 39 anos, o Hall of Famer apresentou Kobe Bryant, afirmando que ele é "o maior que já defendeu a roxo e dourado".

Bryant é o primeiro jogador a ter duas camisas aposentadas pela mesma equipe (Foto: Andrew D. Bernstein/NBAE/Getty Imagens Noth America/AFP)

“Quando eu olho para esse público, todas as raças de pessoas juntas e torcendo por você por 20 anos. Esse país precisa estar unido. E você conseguiu nos unir a todos, a cidade de Los Angeles, por 20 anos. Então, tenho que te agradecer por isso”, disse Magic.

Logo após Jeanie Buss, que representava os proprietários da franquia da Califórnia, prestar sua homenagem, os dois banners foram apresentados ao público ao lado dos outros nove números aposentados pela equipe de LA.

“Eu acho que o mais importante sobre o legado é como ele afeta as próximas gerações. Essas camisas penduradas aqui tiveram um impacto em mim, que me levou a alcançar esse momento agora. Antes de cada jogo, eu olhava para cima e me lembrava do porque estava jogando, como cheguei lá e o que estava representando”, declarou o bicampeão olímpico.

“Não é sobre o destino, é sobre a jornada. Se vocês conseguirem entender isso, não é que vocês vão conseguir alcançar seus sonhos. Vai ser algo ainda maior. E se vocês entenderem isso, então eu vou estar fazendo bem o meu trabalho como pai”, disse Bryant antes de repetir o icônico gesto que ele fez após sua última partida como jogador, soltando o microfone e dizendo “Mamba out”.

' href='https://www.gazetaesportiva.com/wp-content/uploads/imagem/2017/12/19/063_895206116-1024x682.jpg' data-thumb='https://www.gazetaesportiva.com/wp-content/uploads/imagem/2017/12/19/063_895206116-1024x682.jpg'>

Ao ser questionado qual número ele gostaria de ter em uma possível estátua, ele afirmou que essa era uma escolha muito difícil, mas que acabaria ficando com o 24, número que utilizou entre 2006 e 2016.

“Uma estátua não precisa ter número. A 24 foi mais desafiadora. Eu acabei gravitando em uma área de coisas mais difíceis de se fazer. Acho que se fosse forçado a escolher uma, provavelmente iria com a 24 por conta disso”.

Ao longo de seus 20 anos de carreira, Kobe Bryant foi duas vezes MVP da final e uma vez da temporada regular. Ele também foi dez vezes ao All-Star Game, sendo MVP quatro vezes, foi escolhido 11 vezes para a primeira equipe da NBA, ganhou o prêmio de Calouro do Ano e liderou a liga em pontos em duas oportunidades. O Black Mamba, que defendeu os Lakers em toda sua carreira, anotou um total de 33.643 pontos, incluindo uma partida de 81 pontos, fez 6.306 assistências e pegou 7.047 rebotes.

Deixe seu comentário