Apoiado por Abbas e banco palestino, clube chileno vive sonho

São Paulo, SP

02-02-2015 10:00:00

Longe dos conflitos do Oriente Médio, um clube chileno que representa a colônia palestina irá participar da principal competição de clube da América do Sul neste ano. O Palestino, de Santiago, será um dos integrantes da Copa Libertadores da América de 2015 .

Longe dos conflitos do Oriente Médio, um time chileno que representa a colônia palestina irá participar da principal competição de clubes da América do Sul neste ano. O Palestino, de Santiago, será um dos integrantes da Copa Libertadores da América de 2015 .

Em conversa com a Gazeta Esportiva.Net, o presidente do clube chileno, Fernando Aguad, explicou a grande relação entre o Palestino e o povo que deu origem ao time.

“Não somos um clube que persiga a ganância. Representamos nossas origens, nossa terra e o laço com a Palestina. Somos uma coletividade muito numerosa no Chile. Nos enche de alegria cruzarmos a fronteira. A Libertadores é um grande sonho e representar a Palestina fora do Chile é um orgulho”, afirmou.

Com transmissão para árabes, Palestino usará mapa histórico na camisa

Formado por jovens jogadores, o Palestino fez uma grande campanha no último Campeonato Chileno
Formado por jovens jogadores, o Palestino fez uma grande campanha no último Campeonato Chileno - Credito: Reprodução/Facebook

A equipe fundada em 1920 significa tanto para o território localizado na Ásia que até Mahmoud Abbas, presidente da Palestina, mandou uma mensagem de apoio ao clube. Na ocasião, as palavras do mandatário palestino foram lidas antes do jogo que garantiu a ida da equipe à Libertadores.

A colônia palestina no Chile

A história da colônia palestina no Chile data do ano de 1912. Na época, o território asiático era dominado pelo Império Otomano. Vários árabes buscaram refúgio em terras chilenas. Atualmente, a coletividade no país sul-americano é constituída por cerca de 300 mil pessoas, sendo a maior fora do Oriente Médio

“Receber a mensagem do máximo líder da Palestina foi uma injeção de ânimo para o elenco. A mensagem foi lida antes de ir ao campo. A equipe ficou motivada, realmente houve um aumento do entusiasmo dos jogadores, do corpo técnico e nos deu uma força especial. Agradecemos muito este gesto de Abbas”, relatou Aguad.

As palavras de Abbas impulsionaram o elenco do Palestino. Após a mensagem lida no vestiário, o clube da capital chilena goleou o Santiago Wanderers por 6 a 1, fora de casa, no Estádio Elías Figueroa, em Valparaíso. O triunfo agregado de 9 a 2 significou a volta dos árabes à Libertadores, competição que não disputavam há 36 anos.

O apoio da Palestina não veio só das palavras de Abbas. No meio de sua camisa, o Palestino porta o patrocínio do Bank of Palestine, uma das principais instituições financeiras do território asiático. O acordo com a empresa é de 20 anos.

Com um acordo de 20 anos, o Palestino tem o patrocínio do Bank of Palestine em sua camisa
Com um acordo de 20 anos, o Palestino tem o patrocínio do Bank of Palestine em sua camisa - Credito: Reprodução/Facebook

“Estamos com eles desde 2010. Eles vêm reforçando a parceria nos últimos anos. É um orgulho que uma empresa que opere na Palestina nos apoie e apareça estampada no nosso uniforme”, explica Aguad.

Apesar do montante vindo de um patrocinador palestino, o presidente acredita que o sucesso do clube no último Campeonato Chileno vem dos jovens jogadores e do técnico, o argentino Pablo Guede. A equipe finalizou o último Clausura em quarto e foi o vencedor da Liguilla Pré-Libertadores, pequeno torneio que definiu o Chile 3 na edição 2015 do torneio continental.

“O mérito dele (Guede) é que está jogando com atletas da casa, e isso nos deixa muito feliz”, afirma Aguad. No elenco do Palestino se destacam Paulo Díaz e Cesar Valenzuela - que foram convocados para o último amistoso da seleção chilena contra os Estados Unidos – ambos vindos da categoria de base da representação de Santiago.

Para o presidente Fernando Aguad, o Palestino está vivendo um sonho ao jogar a Libertadores de 2015
Para o presidente Fernando Aguad, o Palestino está vivendo um sonho ao jogar a Libertadores de 2015 - Credito: Reprodução/Facebook

O caminho do Palestino na Libertadores começará na próxima quinta-feira, às 20h45 (de Brasília). O clube chileno encara o Nacional, do Uruguai, pela fase preliminar da competição, no estádio Santa Laura, em Santiago.

Confira a mensagem de Mahmoud Abbas enviada no dia 20 de dezembro na íntegra:

Queridos jogadores, dirigentes, corpo técnico e torcedores do Club Deportivo Palestino

Enquanto na Palestina, o lugar de nascimento de Jesus, nos preparamos para celebrar o Natal, recebo com verdadeira felicidade as notícias da vossa classificação pela primeira vez em muitas décadas a uma copa internacional. Em nome de todos os palestinos em todo o planeta, quero agradecê-los por essa alegria que nos brindaram em um momento particularmente especial, quando estamos imersos em uma ofensiva diplomática para poder finalmente conseguir a tão esperada liberdade, justiça e paz que desejamos, igual aos outros povos.

Quero que saibam que nos identificamos com o Palestino como uma segunda seleção nacional para o povo palestino. Vocês levantaram nossas cores e nos deram voz nos momentos mais difíceis. Esta alegria vocês nos dão no fim de um ano que nos vestimos de luto pelas vítimas de Gaza e Jerusalém; e é precisamente mensagens como a de vocês que demostram que apesar de todas as dificuldades, sempre existe uma luz no fim do túnel. Vocês demostraram que estejamos onde estejamos somos um só povo, seja em Jerusalém, Beit Jala ou Santiago.

Gostaria de fazer uso desta ocasião de felicidade para todo nosso povo, e agradecer a presidente do Chile, Michelle Bachelet, seu governo e todo o povo do Chile pelo seu apoio sistemático ao direito do povo palestino à liberdade.

Finalmente e tão perto do Natal, que mudou a história da humanidade, com aquele palestino, Jesus, faço um chamado a toda comunidade palestina do Chile, amigos e solidários da causa palestina para que apoiem a nossa equipe nesta nova etapa. Palestino é um pedaço da Palestina no Chile, e são vocês jogadores, nossos embaixadores que hoje terão de mostrar nossas cores em toda América do Sul. Em nome do todos nós, e de vocês que são parte de nós, muito obrigado e que Deus lhes abençoe.

Espero que no 2015 possamos nos encontrar na Palestina, para poder celebrar juntos essa façanha que vocês conseguiram. Daqui da Palestina eu desejo para vocês um feliz Natal e um próspero ano novo.

Deixe seu comentário