Futebol/Brasileiro Série B

Avaí vence o Paraná com lindo gol de bicicleta e segue firme no G4

São Paulo , SP
05/11/2016 21:31:20 — 05/11/2016 22:33:14

Em: Avaí, Brasileiro Série B, Futebol, Paraná

O Avaí segue firme em sua luta pelo acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, a equipe catarinense recebeu o Paraná, na Ressacada, pela 34ª rodada da Série B, e venceu pelo placar de 1 a 0 com um lindo gol de bicicleta marcado pelo volante Renato.

Com o resultado, o Leão da Ressacada chegou aos 58 pontos e retomou a terceira posição na tabela da Série B, empatando em pontos com o vice-líder Vasco. Já o Paraná se manteve na 15ª colocação, com 39 pontos, e passou a se preocupar mais com a luta contra o rebaixamento após a vitória do Joinville na rodada, que deixou o atual 17º do torneio a apenas seis pontos de diferença.

As duas equipes voltam a jogar pela Série B na próxima terça-feira. Às 19h15(de Brasília), o Avaí visita o Oeste, na Arena Barueri. Já às 21h30(de Brasília), o Paraná vai ao Estádio Curuzu enfrentar o Paysandu.

Gol de bicicleta de Renato fez o Avaí se firmar no G4 e encostar no vice-líder Vasco (Foto: Fernando Remor/MafaldaPress/Avaí)
Gol de bicicleta de Renato fez o Avaí se firmar no G4 e encostar no vice-líder Vasco (Foto: Fernando Remor/MafaldaPress/Avaí)

O jogo – Mesmo atuando em casa, o Avaí viu o Paraná começar a partida melhor. Os dois primeiros avanços de perigo do Tricolor da Vila foram em jogadas que faltou um jogador para concluir a gol. Logo no primeiro minuto de jogo, Lúcio Flávio cruzou rasteiro para a área e Capa apareceu para afastar antes que algum atacante avaiano chegasse para completar.

Poucos minutos depois, aos 13, Lúcio Flávio até conseguiu encostar na bola, porém, desequilibrado, não acertou o alvo e cabeceou para fora.

Aos poucos, o Avaí começou a equilibrar o jogo e ter suas chances. Aos 26 minutos, Romulo efetuou um lindo giro e bateu com força, obrigando o goleiro Marcos a se esticar para fazer a defesa.

Nos minutos finais, o Leão da Ressacada pressionou em busca do gol. Aos 38, Marquinhos cobrou falta da intermediária, o goleiro Marcos só olhou e a bola foi para fora por muito pouco.

A melhor chance, porém, veio na sequência. Aos 42, Marquinhos cobrou falta para a área, Fábio Sanches desviou de cabeça e obrigou Marcos a fazer uma grande defesa. Apesar das boas oportunidades, o Avaí não conseguiu balançar as redes antes do fim do primeiro tempo.

Se teve dificuldades para balançar as redes na etapa inicial, o Avaí não demorou para abrir o placar no segundo tempo. Aos sete minutos, Renato recebeu cruzamento de Diego Jardel, emendou uma bicicleta e mandou para o fundo do gol, realizando uma pintura na Ressacada.

Precisando do empate para ficar mais tranquilo na luta contra o rebaixamento, o Paraná viu suas esperanças diminuírem aos 18 minutos. Leandro Silva levou o segundo cartão amarelo após falta no meio-campo e foi para o chuveiro mais cedo.

Com vantagem numérica, o Avaí passou a administrar o placar e ainda criar algumas chances. Aos 20 minutos, Capa fez linda jogada pela esquerda e cruzou para a área. Diego Jardel emendou de primeira e viu Marcos fazer grande defesa para evitar outro golaço na Ressacada.

Mesmo podendo ampliar o placar, o Avaí recuou após o gol e passou a administrar a vitória, importantíssima na luta pelo acesso para a Série A. Sem sofrer sustos, o Leão da Ressacada deixou o tempo passar e só esperou o apito final para comemorar o triunfo.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1X0 PARANÁ

Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 05 de novembro de 2016, sábado
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
Assistentes: Marcione Mardonio da Silva Ribeiro (CE) e Armando Lopes de Sousa (CE)
Público: 11.502 torcedores
Renda: R$ 149.276,00
Cartões Amarelos: Capa, Diego Jardel e Renato(Avaí); Pitty, Leandro Silva, Diego Tavares, Lúcio Flávio e Rafael Carioca(Paraná)
Cartões Vermelhos: Leandro Silva(Paraná)

GOLS: AVAÍ – Renato, aos sete minutos do segundo tempo

AVAÍ: Renan, Fagner Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Judson, Renato, João Filipe, Diego Jardel(Vitor) e Marquinhos(Caio César); Romulo(Tatá)
Técnico: Claudinei Oliveira

PARANÁ: Marcos; Leandro Silva, João Paulo, Pitty e Rafael Carioca; Anderson Uchôa, Diego Tavares, Wellington Reis(Paulinho) e Murilo Rangel; Lúcio Flávio e Guilherme Queiroz(Yan Philippe)
Técnico: Roberto Fernandes