Futebol/Campeonato Brasileiro

Fluminense e Cruzeiro se reencontram no Maracanã

Gazeta Press e Correspondente Marcellus Madureira - Rio de Janeiro , RJ
18/05/2019 09:24:31

Em: Brasileiro Série A, Cruzeiro, Fluminense, Futebol

Três dias depois de terem empatado por 1 a 1 no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Fluminense e Cruzeiro se reencontram neste sábado, às 18h(de Brasília), no mesmo palco, para a quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Ganhar é uma necessidade para ambos. O Tricolor, que vem de uma derrota de 1 a 0 para o Botafogo no clássico carioca, tem três pontos e flerta perigosamente com a zona de rebaixamento. Com seis pontos, a Raposa quer se reerguer do revés de 3 a 1 para o Internacional e encostar no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores.

Pela proximidade dos dois jogos Fernando Diniz, treinador do Fluminense, não espera grandes surpresas.

“Nós precisamos estar prontos para o que o Cruzeiro quiser propor, assim como eles vão se preparar da melhor maneira possível. Não acredito que possa existir surpresa, mas sempre pode acontecer alguma variação tática. São times que se conhecem”, disse Diniz.

Fernando Diniz não acredita em surpresas para o jogo contra o Cruzeiro (Foto: Lucas Merçon /Fluminense FC)

Mano Menezes, treinador do Cruzeiro, entende que mais importante que o comportamento dos times é a sua Raposa retomar o bom momento de quando foi campeão mineiro invicto e se classificou com facilidade para as oitavas da Libertadores. O time vem de alguns tropeços recentes e está sendo cobrado.

“Tivemos bons momentos na temporada e agora estamos atravessando um momento que não é bom. Vamos precisar de tranquilidade para passarmos por esta fase. O pensamento é o de conseguir um bom resultado neste sábado”, disse Mano.

O treinador cruzeirense entende a necessidade de progressos.

“Vamos precisar melhorar em alguns aspectos contra o Fluminense, pois, do contrário, podemos ter problemas. No meio de semana tivemos dificuldades de segurar a bola, tivemos dificuldades de saída, tivemos dificuldades para aproveitar os espaços. Marcamos muito bem. Defendemos muito bem. Temos que manter o positivo e deixar de lado aquilo que não deu certo”, afirmou o treinador da Raposa.

Mano Menezes quer manter boa marcação e melhorar ofensivamente (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

No Fluminense, Diniz também quer corrigir os erros mais emergenciais, como a constante falta de pontaria.

“Está faltando colocarmos a bola para dentro do gol. Tenho certeza de que isso vai mudar. A maneira como a equipe está jogando, segundo aquilo que penso de futebol e da vida, estamos fazendo o melhor possível para ganhar os jogos. Os jogadores estão apostando no trabalho e vamos reagir”, disse Diniz.

Em termos de escalação, Diniz só vai divulgar o time minutos antes do confronto, mas deve manter a base do empate no meio de semana. Com dores no joelho direito, o artilheiro Pedro deve continuar de fora.

Para o jogo contra o Fluminense, o técnico Mano Menezes tem o desfalque de Edilson. O atleta foi expulso no duelo contra o Internacional e não entra em campo. Como aconteceu no duelo de quarta-feira, Orejuella foi à opção para a direita.

No meio campo, Thiago Neves segue afastado. O atleta foi diagnosticado com dengue e não viajou ao Rio de Janeiro. Este caso, porém, não é um grande problema para o treinador cruzeirense já que o camisa 10 perdeu prestigio de ser atleta indispensável.

Mano ainda tem dúvidas na lateral esquerda. Nos últimos tempos, o treinador passou a promover um revezamento na posição e desta vez, na teoria, seria a vez de Dodô. Egídio, no entanto, não deixou o ritmo cair no último jogo.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X CRUZEIRO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de maio de 2019 (Sábado)
Horário: 18h(de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Allan, Daniel, Paulo Henrique Ganso e Leo Artur; Yony González e Luciano
Técnico: Fernando Diniz

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Dodô (Egídio); Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rodriguinho; Pedro Rocha e Fred.

Técnico: Mano Menezes.