Dracena ressalta entrega, mas admite que time “não encaixou”

São Paulo , SP
20/08/2017 21:41:21 — 21/08/2017 00:31:30

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Palmeiras

Os jogadores do Palmeiras deixaram o gramado na noite deste domingo, no Palestra Itália, sob vaias da torcida após a derrota por 2 a 0 para a Chapecoense, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Incomodados com o revés, alguns líderes do elenco exaltaram a dedicação dos atletas, mas admitiram que a equipe não consegue jogar um bom futebol.

“O sentimento da torcida é o mesmo dos jogadores, tentamos honrar a camisa. As coisas não estão acontecendo da maneira que queremos. As peças não encaixaram, mas não foi por falta de empenho”, disse o zagueiro Edu Dracena, que ainda viu certa falta de sorte do Alviverde na hora de chegar ao gol.

“Vamos enfrentar a dificuldade. Para encaixar as peças, não é uma conta exata. Não é só contratar bons jogadores que vai ter bom time. O goleiro pega uma bola impossível ali…”, avaliou o defensor, com visão bastante semelhante à do meia Moisés.

“Eles fizeram bom jogo e nós não conseguimos jogar. Tentamos, vontade não faltou, empenho também não, mas não fizemos o que treinamos durante a semana”, comentou o armador, que fez questão de enfatizar o que ele considera um com trabalho de Cuca com os jogadores.

“Fizemos bons treinos e não conseguimos colocar em prática. Fase é difícil, é ruim, tem que ter sabedoria e tranquilidade para poder reverter”, concluiu o camisa 10 do Palmeiras, que estaciona nos 33 pontos conquistados, na quarta colocação do Brasileiro.