Gazeta Esportiva

FPF não vê torcida única como solução em clássicos e envia ofício ao MP

São Paulo, SP

08/04/16 | 17:45

FPF pediu revisão de medida que aprova a presença de apenas uma torcida em clássicos (Foto:Fernando Dantas/Gazeta Press)
FPF pediu revisão de medida que aprova a presença de apenas uma torcida em clássicos (Foto:Fernando Dantas/Gazeta Press)

Por meio de nota oficial divulgada em seu site, na tarde desta sexta-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) se posicionou de forma contrária à decisão do Ministério Público do Estado, que vetou a presença de torcidas rivais em clássicos, em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública.

Em retaliação à medida que aprova a torcida única dos clássicos paulistas, a FPF enviou um ofício ao Ministério Público no sentido de rever a decisão, já que, segundo a entidade, “a punição generalizada prejudicaria os torcedores como um todo, e por consequência, traz prejuízo ao fomento do futebol”.

“A Federação Paulista de Futebol lamenta a proibição de torcedores visitantes em nossos clássicos. Embora entenda que a medida tenha a intenção de coibir ações violentas, a FPF não enxerga nesta decisão a solução para os recorrentes encontros violentos entre torcedores, que geralmente são registrados em locais distantes do estádio”, escreveu a FPF em nota.

A resolução com relação à torcida única nos clássicos paulistas ficou estabelecida no início da semana após os diversos incidentes no dia do Derby, que foi realizado no Pacaembu no último domingo. Ao menos quatro ocorrências policiais, envolvendo confrontos entre corintianos e palmeirenses, foram registradas.

Três delas foram na região metropolitana de São Paulo, o que faz a Federação Paulista acreditar que uma proibição restrita à parte de dentro dos estádios não será a solução diante do problema da violência, que cada vez mais extrapola o limite da esfera esportiva para se tornar uma questão de cidadania e segurança pública.

Confira a nota emitida pela Federação Paulista de Futebol (FPF) na íntegra:

 A Federação Paulista de Futebol lamenta a proibição de torcedores visitantes em nossos clássicos.

Embora entenda que a medida tenha a intenção de coibir ações violentas, a FPF não enxerga nesta decisão a solução para os recorrentes encontros violentos entre torcedores, que geralmente são registrados em locais distantes dos estádios.

Entendemos que a punição generalizada prejudicaria os torcedores como um todo e, por consequência, traz prejuízo ao fomento do futebol.

A FPF prega maior rigor na aplicação da legislação vigente para pôr fim à impunidade que ronda os casos de violência no futebol. Também defende a venda on-line e catraca exclusivas para o setor de torcidas organizadas.

Reforçamos ainda a necessidade de aumentar o diálogo com o poder público, clubes e sociedade civil para elaborarmos soluções exemplares e definitivas para este problema social.

Diante desse entendimento, a FPF informa que enviou pedido ao Ministério Público do Estado de São Paulo para que a proposta de “torcida única” nos clássicos seja revista.

Deixe seu comentário