Técnico do Benfica não coloca partida contra o Dínamo como decisiva

São Paulo, SP

19-10-2016 10:35:06

Ainda sem vencer na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica irá visitar o Dínamo de Kiev nesta quarta-feira. O técnico Rui Vitória acredita que o confronto é importantíssimo para a equipe, mas não coloca todo o peso da decisão para a partida na Ucrânia.

“Desde a fase inicial que o nosso objetivo é vencer. Faltam quatro finais e isto vai ser um campeonato disputado. Não direi que tem um caráter decisivo, mas todos os jogos são importantes”, declarou o treinador segundo o jornal português O Jogo.

Recheado de brasileiros, como os goleiros Ederson e Julio César, o zagueiro e capitão Luisão e o atacante camisa 10 Jonas, o Benfica empatou em 1 a 1 com o Besiktas na primeira rodada e foi derrotado por 4 a 2 pelo Napoli na segunda – retrospecto semelhante ao do Dínamo, que empatou a primeira (1 a 1, Besiktas) e perdeu o jogo seguinte (2 a 1, Napoli).

“O Dínamo tem uma equipe muito boa, mas queremos ir lá para ganhar, somar os três pontos e voltar às vitórias na Liga. É importante, mas ainda não decisivo”, acrescentou o treinador. Após o confronto em Kiev, o Benfica encara novamente o Dínamo na próxima rodada, em Portugal.

Para a partida desta quarta-feira, Rui deve ir à campo com Ederson; Semedo, Luisão, Lindelof e Grimaldo; Salvio, Fesja, Pizzi e Cervi/ Guedes e Mitroglou. Jonas, ainda se recuperando de lesão no pé, continuará fora por algum tempo.

Na quinta rodada, os Encarnados enfrentam o Besiktas na Turquia, encerrando a fase de grupos contra o líder Napoli em Lisboa, no Estádio da Luz. Na última edição da Liga dos Campeões, a equipe se classificou na segunda colocação do grupo C, atrás do finalista Atlético de Madrid. O Benfica ainda passou pelo Zenit nas oitavas e deu trabalho para o Bayern de Munique nas quartas.

Deixe seu comentário