Oscar será homenageado pelo Brooklyn Nets em partida da NBA

São Paulo, SP

09-02-2017 13:31:51

Uma das maiores lendas do basquete mundial, Oscar Schmidt será homenageado pelo Brooklyn Nets na próxima segunda-feira, durante a partida em casa contra o Memphis Grizzlies, na Barclays Arena. Um dos convidados para o Jogo das Estrelas da NBA, Oscar foi draftado pelo New Jersey Nets em 1984, mas nunca chegou a atuar pela equipe.

Durante a partida contra os Grizzlies, os Nets irão presentear o astro brasileiro com uma camiseta comemorativa da equipe. Antes da homenagem, Oscar irá participar de uma sessão de autógrafos na loja da Arena.

No dia 17 de fevereiro, Oscar irá encabeçar o time das celebridades do Oeste no Jogo das Estrelas. Os atores Anthony Mackie (do filme Vingadores), Tom Cavanagh (da série The Flash), Miles Brown (ator mirim de Black-ish) e o cantor Nick Cannon serão outras estrelas do evento comemorativo.

Em 1984, o ala brasileiro foi escolhido pelos Nets como 131ª opção do Draft. Oscar nem chegou a assinar com a equipe, uma vez que as regras da Federação Internacional de Basquete (FIBA) da época impediam que jogadores da NBA participassem de competições com seus países. Atual pior equipe da NBA com 9 vitórias e 44 derrotas, os Nets passaram de New Jersey para Brooklyn em 2012.

Depois de optar pela Seleção Brasileira, Oscar entrou para os anais da história do basquete quebrando a barreira dos 49 mil pontos. Jogou por equipes brasileiras como o Palmeiras, Sírio, Corinthians, Mackenzie e Flamengo. Fora do país fez história no italiano Juvecaserta, onde jogou oito anos, e no Pavia. Na Espanha, atuou no Forum Valladolid.

Além do sucesso em clubes, o jogador de 2,05 metros também se tornou o maior pontuador da história das Olimpíadas. Vestindo a camisa verde e amarela, Oscar se tornou o maior cestinha das Olimpíadas, somando 1093 pontos em 38 partidas espalhadas entre os Jogos de Moscou 1980 e Atlanta 1996. Em 2013 adentrou o Hall da Fama da NBA.

Aos 58 anos, o atleta travou uma luta desgastante nos últimos anos contra um tumor no cérebro. Em 2014, Oscar chegou a ser internado com problemas no coração.

Deixe seu comentário