Norueguês vence russo no desempate e defende título mundial do xadrez

São Paulo, SP

01-12-2016 11:19:12

A noite desta quarta-feira confirmou mais um título mundial do xadrez para Magnus Carlsen, norueguês número um da Federação Internacional de Xadrez (FIDE). Em seu aniversário de 26 anos, o enxadrista derrotou Serguei Karjakin (agora 6º do ranking) e impediu que o título voltasse para a Rússia.

A decisão do campeonato mundial – jogada em uma série melhor de doze - começou no dia 11 de novembro. Após empatarem com seis pontos cada, Carlsen e Karjakin, também de 26 anos, precisaram jogar os quatro jogos de desempate – partidas semirrápidas de 25 minutos mais dez segundos por jogada.

Reconhecidamente um dos melhores jogadores defensivos do circuito, Karjakin deu trabalho para o genial norueguês campeão desde 2013, quando derrotou o indiano Viswanathan Anand, vinte anos mais velho.

Karjakin iniciou a decisão com a vantagem das peças brancas, mas acabou cedendo o empate. O mesmo aconteceu com Carlsen no confronto seguinte. Já no terceiro jogo, o campeão conseguiu vencer a dura defesa do adversário e abrir vantagem na decisão. Precisando da vitória, o russo iniciou a quarta partida com uma jogada não muito consistente com seu estilo de jogo e Magnus aproveitou para sacramentar a defesa de seu título mundial.

000_im965
Desafiante levou a decisão para o desempate (Foto: Eduardo Munoz Alvarez/AFP)

O norueguês conseguiu manter a calma no momento decisivo após ter perdido o controle em alguns momentos da decisão. Nas primeiras partidas, Carlsen perdeu “jogos ganhos” após belas estratégias defensivas do adversário. Karjakin, inclusive, chegou a passar na frente no jogo 8, mas Magnus igualou o placar novamente no décimo confronto.

Feliz e aliviado pela vitória, Carlsen admitiu que o confronto foi o mais difícil de sua vida e elogiou o adversário. O russo, por sua vez, já deixou claro que irá buscar o título do “torneio de candidatos” para poder desafiar o campeão novamente.

Deixe seu comentário