Gazeta Esportiva

Ney Wilson e Kenji Saito são os novos diretores de Esportes do Comitê Olímpico Brasileiro

São Paulo, SP

24/03/22 | 16:53

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta quinta-feira que Ney Wilson e Kenji Saito são os dois novos diretores de Esportes da entidade. Na nova configuração, o primeiro ficará responsável pelo Alto Rendimento, enquanto Kenji Saito responderá pelo Desenvolvimento. Ambos já trabalharam juntos na Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

“Tenho profundo respeito e admiração pelos dois e considero que a sinergia será importante na missão de entregar resultados no ciclo Paris 2024 melhores do que em Tóquio 2020. Ambos trabalharão em parceria com atletas e as Confederações incessantemente para garantir a execução dos projetos”, afirmou o presidente do COB, Paulo Wanderley.

“A divisão de Esportes entre dois diretores vai ao encontro da proposta que temos adotado nos últimos anos, de divisão dos departamentos. Foi assim com as áreas Administrativa e Financeira e, mais recentemente, com Comunicação e Marketing. Tudo isso para atender ainda melhor o esporte brasileiro”, completou Wanderley.


Ney Wilson, de 63 anos, estava na Confederação Brasileira de Judô desde 2001, onde atuava como gestor de Alto Rendimento. Como dirigente do judô nacional, conquistou 14 medalhas em Jogos Olímpicos. Além disso, Wilson é mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. O gestor inicia seu trabalho no COB no dia 11 de abril.

Já Kenji Saito, de 39 anos, assume o novo posto de imediato. Ele trabalha no COB desde 2018 e ocupava a posição de gerente-executivo de Desenvolvimento Esportivo.

Anteriormente, também havia trabalhado na CBJ e nos Comitês Organizadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020. É mestre em Ciências do Esporte e Estudos Olímpicos pela Universidade de Tsukuba, no Japão. Ele será chefe de missão da delegação brasileira nos Jogos Sul-Americanos da Juventude de Rosário, na Argentina, que acontecem entre 28 de abril a 8 de maio.

“Nós temos a certeza de que, com Ney e Kenji, a Diretoria de Esportes atuará de forma integrada e absolutamente focada na preparação das equipes brasileiras para as principais missões do ciclo Paris 2024 e no desenvolvimento de novos talentos. A gente só tem aumentado o repasse para as Confederações e o para os atletas, e isso jamais será alterado”, disse Rogério Sampaio, diretor geral do COB.

Deixe seu comentário