Murray admite que gostaria de evitar "chave incrível" de Indian Wells

São Paulo, SP

09-03-2017 13:39:45

Número um do ranking da ATP, o escocês Andy Murray contou com a sorte no sorteio dos confrontos do Masters 1000 de Indian Wells – pelo menos, no papel. Cabeça de chave número um do torneio, o tenista tem Stan Wawrinka e Jo-Wilfried Tsonga por perto, enquanto a parte de baixo da tabela é composta por Novak Djokovic, Rafael Nadal, Roger Federer, Juan Martin Del Potro e outros.

“É uma chave incrível. Nunca vi nada assim, é uma das chaves mais difíceis de todas”, afirmou Murray nesta quinta-feira, à jornalistas, nas vésperas do torneio estadunidense. Aos 29 anos, o top 1 do mundo busca seu primeiro título em Indian Wells.

INDIAN WELLS, CA - MARCH 08: Andy Murray of Great Britain answers questions from the worlds media at the ATP Tour all access hour during day three of the BNP Paribas Open at Indian Wells Tennis Garden on March 8, 2017 in Indian Wells, California.   Clive Brunskill/Getty Images/AFP
Murray quer conquistar seu primeiro título em Indian Wells (Foto: Clive Brunskill/Getty Images/AFP)

“São muitos títulos de Grand Slam na chave, além de jogador mais novos que vão estar no topo futuramente. É muito estimulante para os fãs, vão ser bons encontros logo nas primeiras rodadas”, acrescentou Murray.

Dois dos maiores campeões da história do tênis e recentemente finalistas do Aberto da Austrália, Federer e Nadal não poderão se encontrar na decisão desta vez. O suíço, dono de 18 títulos de Grand Slam, e o espanhol, 14, podem se enfrentar logo nas oitavas de final da competição de piso rápido.

“As pessoas querem assistir Rafa e Roger um contra o outro. Se chegarem a se enfrentar, vai ser casa cheia. Isso é bom para o tênis. Essa é uma chave que todos gostariam de evitar”, revelou o tenista de 29 anos.

Já Novak Djokovic, atual número dois do mundo e 12 vezes campeão de Slams, pode reeditar o confronto da estreia das Olimpíadas contra Juan Martin Del Potro na terceira rodada. O argentino, que eliminou o sérvio no Rio, ainda comandou seu país ao título da Copa Davis e venceu o prêmio de “Recuperação do Ano”, do ATP Awards de 2016.

Além dos nomes já consagrados, a parte de baixo da tabela ainda conta com promessas da “Nova Geração” do tênis mundial, como o australiano bad boy Nick Kyrgios e o alemão Alexander Zverev.

Os jogos de Indian Wells começam já nesta quinta-feira, com destaque para a estreia do brasileiro Thiago Monteiro, que disputa seu primeiro Masters 1000 da carreira, contra o eslovaco Martin Klizan, às 20h30 (de Brasília).

Deixe seu comentário