Kagawa brilha, Dortmund supera Hertha e iguala números do Bayern

São Paulo, SP

30-08-2015 12:24:00

Aubameyang faz comemoração característica após ampliar placar (Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Aubameyang fez comemoração característica após ampliar placar (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

Assim como o atual campeão Bayern de Munique, o Borussia Dortmund manteve os 100% de aproveitamento após três rodadas. Mais do que os três pontos, que fizeram os aurinegros igualarem a pontuação do líder, a vitória por 3 a 1 sobre o Hertha Berlim, neste domingo, deixou o Dortmund com o melhor saldo da competição: onze gols marcados e apenas um sofrido, superando, assim, o rival de Munique na liderança.

A eficiência defensiva só foi conseguida graças a Hummels. Ainda no primeiro tempo, o zagueiro mostrou poder de recuperação ao buscar o atacante do Hertha na corrida e, cara a cara com o goleiro, travar o chute do adversário e evitar o gol. Como ‘prêmio’, o zagueiro ficou livre na segunda trave, aos 27, para abrir o placar de cabeça.

No início da etapa final, o gabonês Aubameyang aumentou a contagem em jogada que contou com nova participação de Kagawa. Após dar assistência para Hummels no primeiro tempo, o japonês serviu Aubameyang e teve participação primordial na construção do placar. Na próxima rodada, o Dortmund visita o Hannover, enquanto o Hertha recebe o Stuttgart, que ainda não somou pontos.

O jogo – Com o Signal Iduna Park lotado, o Borussia Dortmund começou a partida acuando o Hertha Berlim no campo de defesa e ficando com a posse de bola. Os comandados de Thomas Tuchel, no entanto, parecem ter se atrapalhado um pouco pela atmosfera calorosa do estádio e, apesar da presença constante no ataque, acabaram deixando buracos.

O primeiro deles quase foi aproveitado aos 12 minutos. O Hertha conseguiu um contragolpe magistral. Com apenas um passe, Darida deixou o japonês Haraguchi mano a mano com o goleiro. O atacante disparou em direção a Burki e, ao invadir a área, não percebeu a chegada providencial de Hummels, que interceptou o chute e evitou o gol adversário.

Foi justamente o zagueiro que abriu o placar. Aos 27 minutos, após jogada ensaiada na cobrança de escanteio, Kagawa recebeu de Reus, cortou para o meio e cruzou de esquerda. Hummels, colocado na segunda trave, subiu mais que os adversários e testou para o gol, deixando os mandantes à frente no placar.

No restante do primeiro tempo, o Hertha não conseguiu reagir e sequer ameaçou o gol de Burki, que substituiu Weindefeller. Restou à equipe do Dortmund tocar a bola para aguardar o intervalo. Na volta dos vestiários, a equipe aurinegra começou a partida reclamando de um lance de pênalti em Mkhitaryan, que tentou completar o cruzamento de Reus e foi atingido pela marcação.

Aos cinco minutos da etapa final, o Dortmund ampliou após bela troca de passes. Fazendo, novamente, o papel de garçom, Kagawa avançou pelo meio e lançou Reus, que não dominou, só aparou a bola para Aubameyang completar com o gol vazio. Com o marcador em 2 a 0, os mandantes passaram a tocar mais a bola e trabalhar as jogadas, mas continuaram ocupando o campo de ataque na maior parte do tempo.

Como franco atirador, o time do Hertha subiu ao ataque para tentar diminuir a diferença. Apesar da pressão, o sistema defensivo montado por Tuchel provou a eficácia ao suportar as investidas adversárias e não colocar a meta aurinegra em risco. Sobrou para o Dortmund os contragolpes, que tentavam ser aproveitados com base na velocidade e precisão nos passes. Aos 30 minutos, Reus recebeu na pequena área após contra ataque, mas errou na conclusão.

Quem não errou foi o experiente Kalou. O marfinense aproveitou o rebote do goleiro Burki para diminuir o placar para o time da capital Berlim. O gol marcado pelo atacante foi o primeiro sofrido pelo Dortmund nesta temporada do Alemão, o que deixa sua defesa igualada com a do Bayern, com apenas um gol tomado. Nos acréscimos, Adrian Ramos deu números finais a partida após jogada de linha de fundo.

Deixe seu comentário