Hulk comenta dificuldade de jogar na China com o coronavírus

São Paulo, SP

30-01-2020 19:03:05

O atacante Hulk comentou recentemente sobre a experiência de atuar no futebol chinês enquanto o país sofre com a difusão do coronavirus. Atualmente, o brasileiro defende o Shangai, e a doença tem impactado diretamente no dia a dia do clube.

Na última vez que esteve em campo, na última terça-feira, Hulk fez um dos gols da vitória por 3 a 0 de sua equipe diante do Buriram United. A partida precisou ser realizada com portões fechados.

Ao comentar sobre a experiência de jogar sem torcida, o atacante afirmou: "Não foi a primeira vez pra mim. Eu já tinha jogado com estádio vazio no Zenit. A gente tinha pego uma punição de três jogos sem torcedores. Realmente é muito difícil jogar assim, a gente está acostumado com a torcida, tanto apoiando quanto pegando no pé. A gente gosta de ambientes assim. Mas é uma situação que tem que se adaptar".

"Infelizmente foi por uma causa muito delicada, que está acontecendo a questão do Corona Vírus aqui. A gente queria que não estivéssemos passando por isso, mas infelizmente aconteceu. Agora a gente fica aqui na torcida. Aproveito também para parabenizar todos os médicos, que estão fazendo um trabalho espetacular. A gente tem que valorizar essas pessoas", completou Hulk.

A partir da próxima semana, os atletas do Shangai estarão liberados dos treinamentos, com o intuito de ficarem em casa. A equipe volta a atuar apenas no dia 11 de fevereiro, na Austrália, contra o Sidney. Na sequência, a delegação segue para a Coréia do Sul e Japão, onde enfrenta Jeonbuk e Yokohama Marinos, respectivamente.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário