Fifa pune 23 envolvidos em casos de manipulação e apostas no Italiano

São Paulo, SP

08-03-2016 08:23:13

Um dia após reunir representantes femininas para discutir aspectos relacionados ao esporte, a Fifa deixou de lado a veia humanista e retomou a postura fiscalizadora. Nesta terça, a entidade deu cabo de um processo contra 23 indivíduos envolvidos em manipulação de resultados e na confecção de apostas vinculadas ao Campeonato Italiano entre 2014 e 2015.

As sanções, que variam de suspensão entre um e cinco anos, até o banimento definitivo das atividades relacionadas ao futebol, foram dirigidas a jogadores, funcionários da Federação Italiana de Futebol e de um braço do Comitê Olímpico Nacional Italiano (CONI).

As investigações acerca da movimentação ilegal de dinheiro começaram a partir do Ministério Público de Catania e Catanzaro. Com a confirmação do esquema, a Federação instaurou três processos disciplinares pela violação de quatro artigos do Código de Ética da entidade.

Em meio ao novo mandato de Gianni Infantino e a busca pela revitalização da imagem da instituição, a Fifa seguirá tomando medidas para coibir a manipulação dos jogos. Uma delas é a criação de um subsídio específico para monitorar o mercado de apostas, o Fifa Early Warning System (EWS).

Na próxima semana, o congresso da Fifa deve se reunir em Zurique para a primeira reunião sob o comando do novo presidente. O encontro, que acontecerá entre 13 e 18 de março, deve ser marcante por definir a escolha do novo secretário-geral da entidade, função antes ocupada por Jérôme Valcke.

Deixe seu comentário