Tênis/Wimbledon

Em Wimbledon, Raonic derrota Federer e vai à primeira final de Grand Slam

São Paulo , SP
08/07/2016 12:36:32 — 08/07/2016 18:09:16

Em: Mais Esportes, Notícias, Tênis
Foto: Clive Brunskill/AFP)
Federer não resistiu a mais uma partida de cinco sets e deu adeus ao oitavo título de Wimbledon (Foto: Clive Brunskill/AFP)

Nesta sexta-feira, o sonho de Roger Federer, terceiro melhor tenista da atualidade, de conquistar o oitavo título de Wimbledon e se tornar o maior vencedor isolado do Grand Slam terminou. Em mais uma batalha de cinco sets, o suíço de 34 anos não resistiu ao cansaço e foi derrotado de virada pelo canadense Milos Raonic, sexto do ranking da ATP, por parciais de 6/3, 6/7 (3), 4/6, 7/5 e 6/3.

Após jogar por mais de três horas contra Marin Cilic nesta quarta, Federer demonstrou certo cansaço no primeiro set. Logo no quarto game, Raonic quebrou o serviço do suíço e abriu 3/1. Com o dobro de aces e 14 bolas vencedoras contra oito de Federer, o canadense confirmou todos os seus serviços restantes e fechou em 6/3.

Na volta para o segundo set, o sete vezes campeão de Wimbledon se mostrou inabalado e confirmou todos seus serviços. No décimo game, Federer abriu 40:0, mas Raonic salvou quatro set points e levou a partida ao tie-break. No desempate, dois serviços desperdiçados do canadense deram a parcial para Roger.

Sacando muito bem, com oito aces, mas exagerando nos erros não forçados (oito), Raonic não foi páreo para Federer no terceiro set. Com uma quebra no sétimo game, o suíço não teve problemas para fechar a parcial e abrir 2 sets a 1 no jogo.

Raonic deixou tudo igual com uma bela atuação no quarto set. O canadense foi implacável no último serviço de Federer, retornando três bolas indefensáveis e quebrando o saque do rival para empatar o jogo em 2 sets a 2.

O desgaste de 10 sets em dois dias ficou evidente no quinto set. Logo no quarto game, Federer teve seu serviço quebrado. Com 4-1 no placar, o suíço teve muita dificuldade para confirmar seu saque seguinte, salvando dois break points para ficar vivo na partida. Muito seguro, Raonic seguiu sacando muito bem e fechou a parcial em 6/3.

Na grande final, neste domingo, Raonic irá enfrentar o britânico Andy Murray (2º), que venceu o tcheco Tomas Berdych (9º). Será a primeira final de Grand Slam do tenista canadense, que em 2015 abandonou o torneio na terceira rodada devido a lesões.

Foto: Leon Neal/AFP)
Aos 25 anos, Raonic fará sua primeira final de Grand Slam na carreira (Foto: Leon Neal/AFP)