Cuca absolve Deyverson por pênalti: "Queria se redimir da Libertadores"

São Paulo, SP

10-09-2017 11:00:47

Deyverson não completou dois meses de Palmeiras, mas já passou por altos e baixos no Verdão. Após marcar dois gols nos três primeiros jogos, o centroavante viveu novo declínio neste sábado, quando perdeu pênalti que colocaria o Verdão na frente.

Na ocasião, o centroavante assumiu a responsabilidade de cobrar a infração cometida por Leonardo Silva, mas acabou sendo parado por Victor no momento em que a partida estava empatada por 1 a 1 e o Alviverde já tinha um atleta a menos. Mesmo assim, o jogador foi defendido pelo técnico Cuca.

“O Deyverson treina muitos pênaltis e foi o melhor aproveitamento. Já perdemos com Tchê Tchê, Willian, Jean... Ele queria se redimir por não ter batido aquele último (contra o Barcelona, do Equador). Acontece, como com o Fred. Não podemos crucificá-lo”, disse o comandante.


Deyverson foi muito criticado na eliminação do Palmeiras nas oitavas de final da Copa Libertadores, quando acusou dores na perna para não cobrar uma das penalidades. Assim, Egídio acabou perdendo a última cobrança.

Agora, o Palmeiras tem dois dias de folga e retornará aos trabalhos apenas na terça-feira. Sem o suspenso Willian, o Verdão volta a campo no dia 18, segunda-feira, às 20h (de Brasília), contra  Coritiba, no Pacaembu, já que o Palestra Itália estará passando por um processo de troca do gramado.

Deixe seu comentário