Copete vibra com apoio de colombianos à Chape: "Mais do que drogas"

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

08-12-2016 17:48:34

Copete já atuou pelo Atlético Nacional e mostrou muito orgulho por conta das homenagens à Chape (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Copete já atuou pelo Atlético Nacional e mostrou orgulho por conta das homenagens à Chape (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Com a figura de Pablo Escobar como destaque, a Colômbia acabou ficando conhecida no mundo inteiro como o 'império do tráfico de drogas' nos anos 80 e 90. Mesmo com a morte de seu principal traficante, em 1993, o país ainda convive com esse estigma e segue sofrendo por conta da fama ingrata. Porém, na última semana, os colombianos mostraram ao planeta inteiro que são muito mais do que apenas uma nação tomada pelo narcotráfico.

Após a morte de 71 pessoas na queda do avião da Chapecoense, a Colômbia encantou o mundo com as lindas e emocionantes homenagens aos familiares das vítimas e também a todos os brasileiros que sofreram com essa tragédia. Cerca de 40 mil pessoas foram ao estádio Atanasio Girardot para prestarem sua solidariedade. Ex-jogador do Atlético Nacional e atualmente no Santos, o colombiano Jonathan Copete se mostrou orgulhoso com seus conterrâneos.

"Não me surpreendeu. A Colômbia tem boas pessoas, que querem fazer o melhor pelo próximo. Isso faz com que sejam diferenciados. A Colômbia foi vinculada a drogas, mas o país é mais do que drogas. Esperamos que o colombiano siga mostrando essa humildade ao mundo", disse Copete, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé.

Como forma de agradecer os colombianos, o Santos irá estampar em sua camisa o escudo do Atlético Nacional na partida contra o América-MG, no próximo domingo, às 17h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além disso, o clube também levará no uniforme o símbolo da Chapecoense.

"A verdade é que o Atlético Nacional teve grande personalidade em dar o título à Chapecoense. Isso fala muito. As pessoas da Colômbia são boas. Fazem coisas para agradar a outras. São alegres. Fizeram o melhor pelos companheiros perdidos, foi uma grande homenagem. Tenho certeza que o Atlético acabou de ganhar mais pessoas torcendo pelo clube, porque demonstrou coisas boas dentro e fora do campo", concluiu Copete.

Deixe seu comentário