Carlos Barbosa leva susto, mas vai à semifinal da Libertadores de Futsal

São Paulo, SP

27-05-2017 00:12:18

Carlos Barbosa sofreu mais do que se esperava diante do Primeiro de Maio, modesto time peruano, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América de Futsal, mas, garantiu sua vaga na próxima fase. Depois de abrir 2 a 0 de vantagem, os brasileiros viram os donos da casa empatarem com dois gols relâmpagos no segundo tempo. Como ninguém marcou na prorrogação, tudo foi definido nos pênaltis, e aí o goleiro Léo Oliveira brilhou com duas defesas. No fim, vitória de Carlos Barbosa por 2 a 1 nas penalidades. Agora, os brasileiros encaram o Antioquia, da Colômbia, nesse sábado, por uma vaga na grande decisão.

O artilheiro Deives mais uma vez deixou sua marca pelo Carlos Barbosa nessa sexta (Foto: Ulisses Castro/ACBF)

A equipe do Sul do Brasil começou a decisão de impondo e acelerando o ritmo. Não demorou e Deives colocou o Carlos Barbosa em vantagem com um belo gol com apenas três minutos de jogo. Apesar da clara superioridade técnica, o Carlos Barbosa não transformou isso em gols e o modesto Primeiro de Maio conseguiu se segurar até o intervalo.

No segundo tempo, tudo mudou. Os brasileiros voltaram apáticos e se viram encurralados pelos donos da casa. Léo Oliveira chegou a evitar o empate dos peruanos com uma linda defesa.

Restando 13 minutos, talvez na única escapada mais perigosa do Carlos Barbosa, Di Maria aproveitou rebote e estufou as redes. Com 2 a 0 no placar, apesar de não jogar bem, a vitória dos brasileiros parecia consumada.

Nada disso. Embalados por um ginásio lotado e empolgado, o time do Primeiro de Maio chegou ao empate com dois gols em apenas três minutos. O baque foi forte e sentido pelos brasileiros, que não conseguiram dar uma resposta.

Dessa forma, o confronto foi para a prorrogação. E nos dois tempos adicionais de cinco minutos, com o placar zerado novamente, as duas equipes recuaram e foram mais cautelosas diante do risco de levar um contra-ataque mortal. O único lance mais agudo foi justamente dos peruanos, e de novo Léo Oliveira precisou mostrar seu talento no gol.

Com o cronómetro zerado, a definição foi para os pênaltis. E aí brilhou a estrela do único jogador que manteve o bom nível da primeira fase na equipe de Carlos Barbosa: Léo Oliveira. O goleiro defendeu logo a primeira cobrança e deixou seus companheiros em ótima condição. Felipe Valério marcou o seu e o Primeiro de Maio converteu sua segunda batida, assim como Kevin. Mas, na terceira e derradeira rodada, Deives sequer precisou bater, porque Léo Oliveira de novo brilhou e garantiu a classificação do Carlos Barbosa.

Deixe seu comentário