Futebol/Campeonato Carioca

Rodrigo minimiza desentendimento em treino e ressalta empenho da equipe

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ -
29/01/2015 14:23:00

Em: Campeonato Carioca, Campeonatos Estaduais, Futebol, Região Sudeste, Vasco

O técnico Doriva praticamente definiu a escalação para a estreia do Vasco do Campeonato Carioca. No entanto, a briga por um lugar na equipe segue sendo travada em cada treino. Nesta quinta-feira, o atacante Yago e o zagueiro Rodrigo se estranharam na atividade. O defensor, entretanto, tratou de minimizar a situação e afirmou que todos estão empenhados em buscar seu espaço dentro do elenco.

“Estão todos procurando o seu espaço aqui no Vasco. Eu treino da mesma forma que jogo. Essas coisas acontecem, sempre tem uma ou outra jogada mais forte no treino. Só que depois fica tudo tranquilo entre os jogadores”, disse.

Zagueiro já foi capitão durante o Torneio Super Series e herdará a faixa do contundido Guiñazu também no Carioca
Zagueiro já foi capitão durante o Torneio Super Series e herdará a faixa do contundido Guiñazu também no Carioca – Credito: Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama

Com a lesão do volante Guiñazu, Rodrigo deverá assumir o posto de capitão e jogador mais experiente da equipe cruzmaltina. O zagueiro sabe da responsabilidade que vai ter em campo e espera ajudar o Vasco na busca pelo título carioca.

“A responsabilidade aumenta sem o Guiñazu aqui. Tenho que estar sempre orientando os mais jovens. Não apenas os mais jovens, mas os reforços também. Tento passar para eles como foi o ano passado, a cobrança por objetivos. É preciso estar sempre atuando em alto nível para que a torcida reconheça e nos apoie”, comentou.

Rodrigo destacou que o Vasco terá uma equipe diferente não só no papel, como também na forma de atuar se comparado à temporada passada. O zagueiro vê a equipe mais veloz, com mais movimentação entre os setores.

“Creio que nesse ano a equipe vai ser agressiva, muito leve do meio para a frente. Garanto que nosso time vai correr até o fim. Se o adversário não correr também vamos dificultar”, finalizou.