Jorginho quebra a cabeça para montar o Vasco sem Andrezinho, suspenso

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

30-11-2015 13:17:36

Jorginho tem algumas dúvidas para escalar o Vasco sem Andrézinho (Foto: Paulo Fernandes/Divulgação)
Jorginho tem algumas dúvidas para escalar o Vasco sem Andrezinho (Foto: Paulo Fernandes/Divulgação)

O técnico Jorginho terá uma semana para trabalhar pensando na escalação do Vasco para a partida contra o Coritiba, no próximo domingo, às 17h (de Brasília), no Estádio Couto Pereira, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Para o confronto, a grande dúvida em relação ao time está no meio-de-campo, uma vez que o treinador não vai poder contar com o meia Andrezinho, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória de 1 a 0 sobre o Santos e cumpre suspensão.

Sem Andrezinho, que divide com Nenê a função de criar jogadas, o treinador ainda não sabe quem escalar como substituto. O fato de Bruno Gallo ter entrado na vaga do apoiador durante o duelo contra o Santos deixou no ar para muitos a certeza de que o volante será o escolhido. Isso até poderia ser uma alternativa mais lógica, já que o Vasco encara um duelo fora de casa. Porém, neste caso, o Cruz-Maltino tem a necessidade de vencer para permanecer na elite do futebol nacional.

Outra possibilidade do treinador é optar pela entrada de um jogador com características mais ofensivas. Com poucas opções em termos de criação de jogadas, uma alternativa seria recuar Jorge Henrique para o meio e entrar com mais um atacante. Nesse caso, quem surge como melhor opção é Rafael Silva. Se fizer essa escolha, Jorginho estará levando em consideração que o Coritiba só depende de um empate e pode se garantir até mesmo com derrota. O Coxa só não pode ser goleado, o que o dá condições de ter uma postura bem mais defensiva que à do Vasco.

“Teremos a semana toda para trabalhar e tenho que passar a viver mais o próximo jogo, o que vai acontecer com a volta ao trabalho”, disse Jorginho, sem querer antecipar nada.

O treinador, porém, revelou que Andrezinho chorou no vestiário ao saber que estava suspenso, o que foi elogiado pelo comandante. “Queria relatar essa tristeza do Andrezinho, a ponto de chorar no vestiário. Pedi a todos os jogadores que parassem o que estavam fazendo para olhar o Andrezinho, pois é esse o sentimento do Vasco hoje”, disse o comandante.

Se existe a dúvida no meio, na zaga está certo o retorno do zagueiro Luan, que cumpriu suspensão contra o Santos e reaparece na vaga de Rafael Vaz. A permanência desse jogador, inclusive, é uma alternativa que corre por fora para a ausência de Andrezinho, já que o esquema com três zagueiros poderia liberar os laterais para auxiliar na criação de jogadas. Porém, é pouco provável que o comandante decida pela mudança do esquema tático apenas para a última rodada da competição, com todos acostumados com o 4-4-2. O elenco treina nesta terça-feira, na parte da tarde, mas a atividade será fechada para a imprensa.

Deixe seu comentário