Cesare Prandelli pede demissão e deixa comando técnico do Valencia

São Paulo, SP

30-12-2016 18:05:13

Cesare Prandelli não é mais treinador do Valencia. Nesta sexta-feira, o técnico italiano pediu demissão do comando da equipe espanhola, encerrando precocemente seu contrato, que era válido até o meio de 2018.

Com o acordo feito com a diretoria, Cesare Prandelli irá receber apenas o montante do período em que estava a frente do time do Valencia. Para seu lugar, a equipe espanhola irá efetivar o técnico interino ‘Voro’ González.

Segundo o jornal espanhol Marca, o motivo da saída de Prandelli teria sido a falta de dinheiro para efetuar novas contratações. Preocupado com a situação do Valencia, que é o primeiro time fora da zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol, o treinador teria pedido a chegada de cinco jogadores com mais de 26 anos. No entanto, a diretoria do clube comunicou que não poderia liberar a verba para negociações sem infringir a regra do Fair Play Financeiro e teria que negociar jogadores do elenco para realizar novas aquisições.

Insatisfeito com a situação, Cesare Prandelli pediu demissão do cargo. O treinador, que teve como seu principal trabalho uma passagem no comando da seleção da Itália, durante a Eurocopa de 2012 e a Copa do Mundo de 2014, deixa o Valencia tendo conquistado três vitórias, três empates e quatro derrotas, sendo dois destes triunfos na Copa do Rei da Espanha.

O Valencia ocupa atualmente a 17ª colocação do Campeonato Espanhol, com 12 pontos, mesma pontuação do Sporting Gijón, que está em 18º e é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Deixe seu comentário