Após saída de Ricardo Drubscky, Léo Condé é cotado para assumir Tupi

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

08/06/16 | 15:45 - 08/06/16 | 16:39

Drubscky estava no comando do Tupi deste fevereiro deste ano (Leonardo Costa/Tupi)
Drubscky estava no comando do Tupi deste fevereiro deste ano (Leonardo Costa/Tupi)

Após a derrota dessa terça-feira, por 1 a 0 para o Oeste, em Juiz de Fora (MG), que culminou na sexta revés da equipe em sete jogos pela Série B, a diretoria do Tupi anunciou, nesta quarta-feira, a saída do técnico Ricardo Drubscky. Léo Condé, vice-campeão mineiro pela Caldense em 2015, está cotado para assumir o cargo.

Segundo informou o Galo Carijó, por meio de nota oficial, o treinador deixou o Tupi em comum acordo com a diretoria “Em uma conversa manhã desta quarta-feira, Ricardo Drubscky, em comum acordo com a diretoria do Tupi, decidiu não mais continuar como treinador da equipe. O Tupi Foot Ball Club agradece a chance de ter contato pela segunda vez com este técnico tão qualificado, um dos mais vitoriosos da centenária história do Galo Carijó"”, divulgou o clube mineiro.

Campeão da Série D pelo Tupi, em 2011, Drubscky retornou ao Galo Carijó em fevereiro deste ano para substituir Júnior Lopes durante o Campeonato Mineiro. Ainda no Estadual, o treinador não conseguiu levar sua equipe ao rendimento desejado e terminou a competição apenas na nona colocação, brigando contra rebaixamento até a última rodada.

No Brasileirão da Série B, torneio que o Tupi disputa pela primeira vez na história, o mau desempenho tem se repetido e, no momento, a equipe mineira está no Z4, na vice-lanterna, com apenas três pontos somados, decorrentes da única vitória do time na competição.

Deixe seu comentário