Wolverhampton acerta a contratação do luso-brasileiro Matheus Nunes, do Sporting

São Paulo, SP

16/08/22 | 09:55 - 16/08/22 | 11:33

O Wolverhampton acertou a contratação mais cara de sua história: o luso-brasileiro Matheus Nunes, do Sporting. De acordo com o jornal português O Jogo, o clube inglês desembolsará 45 milhões de euros (R$ 233 milhões) pelo meio-campista.

Ainda segundo a publicação, o valor da transferência pode alcançar 50 milhões de euros (R$ 259 milhões) em decorrência de cláusulas no contrato. A taxa adicional deverá ser paga caso o jogador alcance metas por seu novo time.


Tanto Sporting como Matheus rejeitaram uma oferta inicial do West Ham nas últimas semanas. Com cláusula de rescisão avaliada em 60 milhões de euros (R$ 311 milhões), o atleta de 23 anos acabou aceitando a proposta dos Wolves também levando em conta o projeto esportivo da equipe.

Nascido no Rio de Janeiro, Nunes vive em Portugal desde os 13 anos, jamais atuou em solo brasileiro e iniciou a sua carreira no modesto Ericeirense. Após passagem pelo Estoril, ele chegou ao Sporting em 2019 e disputou 101 partidas, anotando oito gols e nove assistências. Peça-chave da equipe, ele iniciou a temporada 2022/23 em alta, com um tento e um passe decisivo em dois jogos.

Com as boas exibições pelo clube de Lisboa, Matheus foi convocado para a Seleção Brasileira de Tite em agosto de 2021, mas optou por defender a equipe nacional portuguesa. Pelo time de Fernando Santos, ele entrou em campo, desde então, em oito oportunidades e balançou as redes uma vez.

Matheus Nunes celebra o seu gol na vitória do Sporting sobre o Rio Ave, por 3 a 0, no último sábado (Foto: Patrícia de Melo Moreira/AFP)

O Wolverhampton tem a tradição de contratar portugueses há pelo menos cinco temporadas, quando era comandado por Nuno Espírito Santo. Hoje treinado pelo também português Bruno Lage, o elenco conta com dez jogadores lusitanos. São eles: o goleiro José Sá, o zagueiro Toti, o lateral direito Nelson Semedo, o volante Rúben Neves, os meio-campistas João Moutinho e Bruno Jordão e os atacantes Gonçalo Guedes, Pedro Neto, Chiquinho e Daniel Podence.

Ainda vale destacar outros três atletas. Após se destacar nos Wolves, o atacante Diogo Jota se tornou peça importante do Liverpool. Já o centroavante mexicano Raúl Jiménez deixou o Benfica, do futebol português, em 2019, por 38 milhões de euros (R$ 197 milhões atualmente). Por fim, Fábio Silva foi contratado na mesma janela, aos 18 anos, como grande promessa, por 40 milhões de euros (R$ 207 milhões na cotação atual).

Deixe seu comentário