Thiago Mendes reprova temporada e quer títulos em 2016

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

03-12-2015 07:58:23

Thiago Mendes é um dos destaques são-paulinos na atual temporada

Thiago Mendes é um dos destaques são-paulinos na atual temporada (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Thiago Mendes é um dos destaques são-paulinos na atual temporada (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O volante Thiago Mendes já caiu nas graças da torcida são-paulina pela vontade demonstrada dentro de campo e o bom desempenho, principalmente no segundo turno do Campeonato Brasileiro. Para ele, no entanto, mesmo com os aplausos dos tricolores ao final dos últimos jogos em casa, no entanto, a sua temporada de estreia no clube deixou muito a desejar.

"Meu ano não foi muito bom, não", disse o sempre sucinto meio-campista, que não costuma dar muitas explicações para suas opiniões, mas fez questão de deixar claro o motivo das suas lamentações. "Não consegui títulos, que era uma coisa que eu queria muito nesse meu primeiro ano no São Paulo. Fiz um bom trabalho, mas fico frustrado por não ter conquistado títulos. Espero que em 2016 possa vir títulos", projetou.

Fã confesso do trabalho de Juan Carlos Osorio, técnico que o fez subir bastante de produção, Thiago deixou claro que não tem qualquer preferência a respeito do próximo treinador da equipe. Focado em conquistar uma vaga na próxima edição da Libertadores, ele confia na capacidade da atual diretoria em escolher um nome para guiar o elenco.

"O treinador que vier vai trabalhar para que a gente consiga o título. Vamos deixar para a diretoria e esperar isso aqui", avaliou o jogador, tímido para dar palpites na administração do time do Morumbi. Ele só se rende a falar de coisas extra-campo quando o assunto é uma possível idolatria da torcida, que vai ficar carente de referências com a aposentadoria de Rogério Ceni e a saída de Luis Fabiano.

"É difícil, né? Vamos perder vários jogadores, praticamente as maiores referências que a torcida tem hoje. Ninguém gosta de ver esses nomes de tanto sucesso na história do clube irem embora", avaliou, minimizando a possibilidade de substituir a dupla. "Sobre ser ídolo, eu vou continuar fazendo o meu trabalho e deixar as coisas acontecerem de uma forma natural", encerrou.

Deixe seu comentário