Futebol/Campeonato Paulista

Técnico comemora negociação com Centurión, driblador “como Dudu”

Ana Paula Canhedo, especial para a GE.net - São Paulo , SP - Brasil
30/01/2015 15:12:00

Em: Futebol, São Paulo

Muricy Ramalho evitou falar em “fechar elenco” com a chegada de um ou mais reforços, mas não escondeu a felicidade em ter o jovem atacante argentino Adrián Centurión, do Racing, para completar um “time ideal”. A grande esperança do treinador é de que o jogador seja o grande driblador do São Paulo, ao melhor estilo Dudu, citado pelo técnico e contratado pelo rival Palmeiras. A negociação foi selada na tarde desta segunda-feira.

“Eu gosto e assisto o Campeonato Argentino. Ele chama a atenção pelo drible, é difícil ver jogador assim, que consegue passar fácil pelo cara. Joga desde os 18 anos. É exatamente o perfil de jogador que estávamos buscando, assim com o Dudu”, disse Muricy.

A oferta do São Paulo pelo jogador do Racing gira em torno dos R$ 12 milhões, resultado da compra de 70% dos direitos econômicos do jogador. Centurión assinará por quatro anos com o São Paulo.

“É uma perda significativa, mas era inevitável. Fico feliz pelo progresso que ele terá em sua carreira. Temos peças que poderão tentar substituí-lo”, disse Sebastián Saja, goleiro e um dos principais jogadores do Racing.

Muricy Ramalho não escondeu a vontade de trazer Centurión para o Tricolor:
Muricy Ramalho não escondeu a vontade de trazer Centurión para o Tricolor: “É exatamente o que estávamos procurando” – Credito: Divulgação
Outras tranferências – Ainda sobre os reforços, Muricy exaltou a chegada dos dois laterais, atualmente titulares em sua equipe, Bruno e Carlinhos, muito mais ofensivos do que os anteriores. Com a proximidade da estreia do Campeonato Paulista, o técnico exaltou que “time grande tem que ir para cima e fazer gol”.

“Carlinhos e Bruno são diferentes dos que tínhamos. Antes, Álvaro principalmente só marcava. Pode ter jogos que você precisava disso. Carlinhos precisa ir para cima. Time grande. Precisa de mais cobertura. Com o Bruno idem. Questão de tempo eles já estarão completamente adaptados. Carlinhos já me conhecia desde o Fluminense, sabe como funciona. Vamos atacar melhor”, finalizou.