Sem esquecer Libertadores, Bruno quer Tricolor na ponta do Brasileiro

José Victor Ligero - São Paulo,SP

08-06-2016 08:00:43

O São Paulo procura focar no Campeonato Brasileiro a exatos 29 dias do primeiro jogo contra o Atlético Nacional, da Colômbia, pelas semifinais da Copa Libertadores da América. Sexto colocado da competição nacional com dez pontos, o Tricolor terá na sequência duas partidas consecutivas no Morumbi, onde buscará vencer Atlético-PR e Vitória para saltar à ponta da tabela, segundo o lateral-direito Bruno.

"É lógico que a gente está focado no Brasileiro, mas não tem como esquecer a Libertadores, é um jogo de semifinal. Mas temos que nos preocupar com o Brasileiro agora. Estamos focados no Brasileiro, com esse ritmo forte é que vamos poder desempenhar um bom futebol contra o nosso adversário na Libertadores também", receitou o atleta de 30 anos, durante entrevista coletiva concedida na última terça-feira, no CCT da Barra Funda.

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro no último domingo, o São Paulo voltará a campo neste sábado, às 21 horas (de Brasília), para encarar o Atlético-PR, pela sétima rodada do Brasileirão. Quatro dias depois, a equipe paulista receberá o Vitória, às 19h30, no mesmo estádio. Vencendo os dois confrontos, as chances são grandes de o Tricolor alcançar ao menos o G4 da Série A.

"O Campeonato Brasileiro é muito difícil, a gente espera ter mais oportunidades nos próximos jogos. Temos de evoluir muito na questão de jogos, oscilação, para dar sequência. Temos dois jogos dentro de casa para brigar e ir para a ponta", analisou o camisa 2, referindo-se à campanha de três vitórias, duas derrotas e um empate.

No São Paulo desde 2015 e com vínculo prorrogado até o final do ano que vem, Bruno rejeita o rótulo de "surpresa" ao Tricolor, que após um início de temporada instável conseguiu se colocar como único clube brasileiro nas semifinais da Libertadores e aparece na parte de cima do torneio nacional após as seis primeiras rodadas.

"Não (surpreende a campanha), porque trabalhamos em cima da vitória. Ainda mais no São Paulo, claro que respeitando todos os adversários. Quando o resultado não vem a gente se cobra para manter o alto nível. Mas, dois jogos dentro de casa temos de ir para cima dos adversários para brigar pela ponta porque vamos lutar pelo título", acrescentou.

Líder de assistências no time comandado por Edgardo Bauza na atual temporada, com seis passes precisos a gol, o lateral direito explica que o intervalo para a disputa da Copa América Centenário pode ser útil para o elenco são-paulino se aprimorar antes das decisões pela Libertadores.

"A gente vem treinando forte pra ter esse conjunto, entrosamento. (A parada) Ajuda muito até os jogadores que não vêm jogando, pra quando chegar na semifinal, todo mundo estar pronto pra batalha", concluiu.

Deixe seu comentário