Gazeta Esportiva

São Paulo perde para Independiente del Valle e fica com o vice da Copa Sul-Americana

São Paulo, SP

01/10/22 | 18:56 - 01/10/22 | 19:05

O São Paulo não conseguiu conquistar o seu segundo título de Copa Sul-Americana. Na tarde deste sábado, em Córdoba, o Tricolor Paulista acabou derrotado por 2 a 0 pelo Independiente del Valle, pela decisão da competição, e encerrou a campanha com o vice-campeonato.

Sem conseguir aproveitar as suas oportunidades, a equipe comandada por Rogério Ceni viu os equatorianos anotarem os gols da vitória com Lautaro Díaz e Faravelli. Com isso, o Independiente del Valle conquistou o seu segundo título da competição continental. O clube do Equador já havia levantado a taça em 2019.

Além de perder o título, o São Paulo vê o cenário se complicar para um dos objetivos do clube na temporada, que era a classificação para a Copa Libertadores. Com dez rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Tricolor é apenas o 12º colocado, a sete pontos do G6.

O jogo

O duelo começou equilibrado em Córdoba, com poucas oportunidades claras nos primeiros minutos. Aos poucos, porém, a equipe equatoriana passou a levar perigo. Aos 11, Felipe Alves precisou fazer boa defesa em finalização de Lautaro Díaz. Contudo, no minuto seguinte, o atacante não perdoou e abriu o placar para o Independiente del Valle.

Depois do gol adversário, o São Paulo passou a ter mais a bola, mas não conseguia transformar o volume ofensivo em boas chances. O Tricolor Paulista só conseguiu assustar aos 28 minutos, quando Calleri recebeu em profundidade, driblou o goleiro, mas finalizou para fora. Contudo, a arbitragem já marcava impedimento do centroavante.

Na reta final da primeira etapa, o cenário se manteve o mesmo, com o São Paulo encontrando dificuldade no setor ofensivo. Com um pouco de ansiedade para definir as jogadas, os são-paulinos desceram para o vestiário em desvantagem no placar.


Segundo tempo

Depois do intervalo, o São Paulo voltou com postura diferente e colocou pressão no adversário em busca do empate. Logo no primeiro minuto, Rodrigo Nestor invadiu a área e finalizou firme e rasteiro para boa defesa do goleiro Ramírez. Em seguida, Calleri teve duas oportunidades, aos dois e aos quatro minutos, mas cabeceou sem direção em ambas.

Apesar das boas oportunidades, o Tricolor não conseguiu convertê-las e viu o adversário voltar a equilibrar as ações. Assim, aos 21 minutos, depois de boa jogada coletiva, Lautaro Díaz deu lindo passe para Faravelli, que recebeu sozinho dentro da área e tocou na saída de Felipe Alves para ampliar a vantagem do Independiente del Valle.

Com o novo gol sofrido, o São Paulo demorou a se reorganizar para mostrar reação. O Tricolor só voltou a assustar o adversário aos 36 minutos, quando Luciano cabeceou e obrigou Ramírez a fazer grande defesa, mas a arbitragem anotou falta do atacante são-paulino no momento do cabeceio. Mais tarde, aos 40, quem teve a chance foi Galoppo, mas o argentino finalizou para fora.

A reta final de partida foi de pouca inspiração pelo lado são-paulino. Nem mesmo com os seis minutos de acréscimos, a equipe brasileira não conseguiu balançar a rede adversária. Com o clima tenso, o centroavante Calleri ainda foi expulso aos 47 minutos, ao receber o segundo amarelo. Da mesma maneira, Diego Costa também foi ao chuveiro antes do apito final, aos 49.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 2 INDEPENDIENTE DEL VALLE

Local: Estádio Mário Kempes, em Córdoba, na Argentina
Data: 1 de outubro de 2022, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Wilmar Navarro (COL)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

Cartões amarelos: Carabajal, Schunke e Pellerano (Independiente del Valle); Reinaldo e Calleri (São Paulo)
Cartões vermelhos: Calleri e Diego Costa (São Paulo)
Gols: Lautaro Díaz, aos 12 do 1T, e Faravelli, aos 21 do 2T (Independiente del Valle)

SÃO PAULO: Felipe Alves; Igor Vinicius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Igor Gomes), Alisson (Galoppo) e Patrick (Éder); Luciano e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Vargas, Carabajal, Schunke, Segovia; Fernández, Pellerano, Angulo (Gaibor), Faravelli (Mateo Ortíz) e Chávez (Beder Caicedo); Sornoza (Ayoví) e Díaz (Julio Ortiz).
Técnico: Martín Anselmi

Deixe seu comentário