São Paulo escolhe quatro ídolos de sua história em corrente das redes sociais

São Paulo, SP

23-03-2020 18:09:08

Sem bola rolando, cada vez mais enquetes e brincadeiras tomam a internet para relembrar grandes momentos, times e jogadores da história do futebol e matar a saudade do torcedor. Nesta segunda-feira, o São Paulo entrou em uma corrente e escolheu quatro ídolos de sua história.

A brincadeira era simples: eleger quatro ídolos, incluindo jogadores e treinadores, e passar a corrente para outros quatro perfis. O Tricolor foi desafiado pelo Fortaleza a montar a relação e escolheu Leônidas da Silva, Telê Santana, Raí e Rogério Ceni.

Depois, o perfil são-paulino indicou o Santos, o Bahia, o Grêmio e o Sport para seguir a brincadeira.

Primeira grande contratação da história do São Paulo, Leônidas da Silva foi adquirido junto ao Flamengo na década de 1940 e fez história no Tricolor, vencendo cinco títulos paulistas na década (1943, 1945, 1946, 1948 e 1949). Aposentado, ainda somou passagens como treinador do clube nos anos 1950.

Técnico que mais comandou o São Paulo na história, Telê Santana fez história nos anos 1990, conquistando o título do Campeonato Brasileiro de 1991, as Libertadores de 1992 e 1993, os Mundias Interclube de 1992 e 1993, os Campeonatos Paulista de 1991 e 1992, as Recopas Sul-Americanas de 1993 e 1994 e a Supercopa da Libertadores de 1993.

Camisa 10 do time de Telê Santana, Raí soma duas passagens pelo clube, de 1987 a 1993, e de 1998 até sua aposentadoria em 2000. Ao todo, o meia fez 393 jogos, 128 gols e conquistou os títulos do Campeonato Paulista de 1989, 1991, 1992, 1998 e 2000, o Campeonato Brasileiro de 1991, as Libertadores de 1992 e 1993 e o Mundial de 1992. Hoje Raí é executivo de futebol do clube.

Jogador com mais jogos na história do clube, Rogério Ceni marcou história em seus 25 anos de São Paulo como jogador, sendo 18 como titular. O goleiro-artilheiro somou 1.237 jogos, 131 gols marcados e os Campeonato Paulista de 1998, 2000 e 2005, os Campeonato Brasileiros de 2006, 2007 e 2008, as Libertadores de 1993 e 2005, os Mundiais de 1993 e 2005, as Recopas Sul-Americanas de 1993 e 1994, a Supercopa da Libertadores de 1993, a Copa da Conmebol de 1994, o Torneio Rio-São Paulo de 2001, o Supercampeonato Paulista de 2002 e a Copa Sul-Americana de 2012. Rogério também teve passagem como treinador do clube em 2017.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?