São Paulo decide nas bolas paradas e estreia na Copinha com vitória sobre o CSE

São Paulo, SP

05-01-2022 21:27:27

O São Paulo estreou com vitória na Copa São Paulo de Futebol Júnior na noite desta quarta-feira. Enfrentando o CSE, de Alagoas, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela primeira rodada do Grupo 21 da competição, o Tricolor teve dificuldades para furar o bloqueio defensivo adversário, mas conseguiu arrancar a vitória por 2 a 0 através das bolas paradas. Pedrinho abriu o placar em cobrança de pênalti, e Vitinho fechou a conta com um golaço de falta. João Adriano, já na reta final do jogo, perdeu uma penalidade para o time do Morumbi.

Com o resultado, a equipe comandada por Alex garantiu a segunda colocação da chave, atrás do São Caetano, que um pouco mais cedo venceu o Perilima por 3 a 1 e, pelo fato de ter marcado mais gols, tem a liderança.

O São Paulo volta a entrar em campo no próximo sábado, às 21h30 (de Brasília), para encarar o Perilima, da Paraíba. O São Caetano, por sua vez, enfrenta o CSE, no mesmo dia, às 19h15.


O jogo – O São Paulo teve bastante dificuldade para criar oportunidades de gol no primeiro tempo. Sem brechas para chegar ao gol adversário, o time comandado por Alex sofreu com a pressão na marcação do CSE, que preencheu muito bem os espaços no gramado.

Inclusive, quem realmente chegou com perigo pela primeira vez na partida foi o CSE. Após cobrança de falta, Renê, dentro da pequena área, completou de cabeça, mas sem força suficiente, assustando o goleiro Young, que fez a defesa sem dar rebote.

O São Paulo respondeu pouco depois. Após lambança da zaga, o goleiro não ficou com a bola, que sobrou para Vitinho. O atacante bateu tentando encobrir a defesa adversária, mas o zagueiro conseguiu interceptar de cabeça. Na sobra, Facundo Milán, também de cabeça, arrematou em direção ao gol, mas o CSE conseguiu afastar o perigo.

Mas, foi só. Com o gramado longe de estar em condições ideais, somado à chuva que começou a cair já na reta final do primeiro tempo, o São Paulo não foi capaz de confirmar o largo favoritismo no confronto, indo para o intervalo com o empate sem gols no placar.

Segundo tempo

Na etapa complementar, a história foi diferente. Logo aos quatro minutos Patryck foi derrubado dentro da área, e a árbitra não titubeou para marcar e penalidade. Pedrinho foi para a cobrança e bateu no meio do gol. O problema é que o goleiro do CSE não se mexeu, mas, ao rebater a bola com os pés, viu ela morrer no fundo das redes acidentalmente.

Aos 20 minutos, por pouco o São Paulo não ampliou. Pedrinho recebeu lançamento pela esquerda, saiu em velocidade e deu passe açucarado para Vitinho, que clareou a marcação e bateu de bico, carimbando o travessão em chute que ainda contou com o desvio da defesa adversária.

Se não deu para Vitinho com a bola rolando, melhor com a bola parada. Em cobrança de falta pela esquerda, próxima à área, o atacante bateu com categoria, por cima da barreira, buscando o ângulo do goleiro, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar o bonito segundo gol do São Paulo.

Antes do apito final, o Tricolor ainda teve chance de tornar a vitória ainda maior. Após mais uma penalidade marcada pela árbitra da partida, João Adriano foi para a cobrança, mas o goleiro do CSE acertou o canto e fez a defesa, forçando os comandados de Alex a se conformarem com o triunfo por 2 a 0.

Deixe seu comentário