Futebol

São Paulo bate o Botafogo nos pênaltis e conquista o Bi da Copa RS

São Paulo , SP
18/12/2016 22:10:20

Em: Botafogo, Futebol, São Paulo

O São Paulo fechou com chave de ouro uma temporada histórica para suas categorias de base. Na noite deste domingo, a equipe comandada pelo técnico Rafael Paiva conquistou o Bicampeonato da Copa RS de futebol Sub-20, em Porto Alegre, no campo da PUC, ao superar o Botafogo por 5 a 3 nos pênaltis depois de um empate por 2 a 2 no tempo normal em que o Tricolor ficou atrás do placar em duas oportunidades.

O título tem sabor especial não só por se tratar de uma defesa da conquista do ano passado, mas também pelo clube ter optado em disputar a competição com atletas de seus planteis do Sub-17, Sub-18 e Sub-19. Isso porque a geração Sub-20 não tinha mais perna, já que só nesta temporada ergueu as taças do Paulistão, da Copa do Brasil, outro Bi, e da Copa Libertadores da América.

Léo Natel marcou o primeiro gol do São Paulo na final e converteu o pênalti que confirmou o título (Foto: Fernando Martinez/Aguante)
Léo Natel marcou o primeiro gol do São Paulo na final e converteu o pênalti que confirmou o título (Foto: Fernando Martinez/Aguante)

O jogo
Desde o começo, a partida, apesar de equilibrada, tinha o São Paulo como responsável por ditar o ritmo de jogo. O toque de bola da equipe do técnico Rafael Paiva, uma estratégia adotada em todas as categorias de base do Tricolor do Morumbi, forçava o Botafogo recuar com todos os seus homens atrás do meio campo em boa parte do jogo. Mas, sempre que tinha a bola sob seu domínio, o time carioca mostrava que sabia muito bem o que fazer e quase sempre chegava com perigo ao gol de Denis.

Desta forma, a final seguia equilibrada até o primeiro gol. E ele veio depois de uma infantilidade de Gabiga, que resolveu empurrar seu adversário pelas costas dentro da área. Leandro Vuaden não titubeou e assinalou o pênalti, que acabou convertido por Igor Cássio.

Tendo de correr atrás do prejuízo, o São Paulo voltou diferente para o segundo tempo. Mais do que qualquer mudança de peças, o técnico Rafael Paiva conseguiu fazer com que seus atletas tivessem uma nova atitude dentro de campo. Assim, depois de tanto pressionar, o gol de empate foi questão de tempo. Logo aos 9, Léo Natel deixou tudo igual em lance confuso e que contou com falha do goleiro Diego.

O que os são-paulinos não esperavam era tomar um gol no único contra-ataque que o Botafogo conseguiu encaixar na etapa final. Alison serviu Amilcar e o atacante não perdoou, colocando novamente o Glorioso em vantagem.

A salvação do Tricolor veio do banco de reservas. Poucos minutos depois de entrar em campo, Oliveira aproveitou sobra de bola alçada na área e pegou de primeira para deixar tudo igual de novo. Um golaço do São Paulo.

Assim, a decisão foi para os pênaltis. E o goleiro Danis acabou se consagrando ao defender a cobrança de Victor Lindenberg, a primeira dos cariocas. Kanu, Alison e Fernando até converteram suas penalidades para o Botafogo, mas o aproveitamento impecável dos são-paulinos foi fatal. Gaúcho, Diego, Paulinho, Oliveira e Léo Natel decretaram o bicampeonato do São Paulo na Copa RS.




  • João Alves

    O site omite que, antes do penalt marcado a favor do Botafogo, Leo Natel foi derrubado, por trás, dentro da área e o Wuaden nada marcou. C do primeiro tempo. Na primeira falta do SP, comum, ele sacou o amarelo.ritérios estranhos esse árbitro sempre usa em jogos do São Paulo: O Botafogo cansou de dar pontapés e segurar com faltas contra ataques do São Paulo até os 20′

    • Nostradamus

      Não esquenta não amigão, logo logo terá o recurso de vídeo e essa arbitragem brasileira pró kúrintia vão todos se fuderemm….

×
Quer receber notícias do São Paulo?