São Paulo abre 2 a 0, mas Fortaleza busca empate na Copa do Brasil

São Paulo, SP

25-08-2021 23:26:11

O São Paulo tinha tudo para sair na frente nas quartas de final da Copa do Brasil, mas deixou a vitória escapar nos acréscimos do segundo tempo. Recebendo o Fortaleza na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pelo jogo de ida da competição, o time comandado por Hernán Crespo teve algumas dificuldades para engrenar, conseguiu abrir 2 a 0, com dois gols de Rigoni, porém, o Leão reagiu e acabou empatando em 2 a  2 aos 47 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o São Paulo terá de buscar a vitória no duelo de volta, no dia 15 de setembro, após a Data Fifa, para avançar às semifinais da Copa do Brasil. Seria o segundo ano consecutivo do Tricolor neste estágio da competição, o último antes da final. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis, já que não há critério de gol qualificado.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O jogo – O Fortaleza começou a partida mais ligado e não demorou muito para levar perigo ao gol defendido por Tiago Volpi. Aos quatro minutos, Wellingto Paulista recebeu dentro da área após vacilo de Léo na marcação e carimbou o travessão. Os visitantes ainda pediram pênalti por um suposto toque de mão de Miranda, mas, após revisão do VAR, nada foi marcado.

Aos poucos o São Paulo equilibrou o jogo e chegou a dominar as ações ofensivas. Aos 18 minutos, Rigoni recebeu lindo lançamento de Daniel Alves, dominou dentro da área e saiu cara a cara com Marcelo Boeck, que fez grande defesa à queima-roupa para evitar o primeiro gol do Tricolor.

No minuto seguinte foi a vez de Daniel Alves receber um passe genial de Benítez, mas, mesmo livre dentro da área, não conseguiu concluir em gol, vendo Marcelo Boeck fazer outra boa intervenção. O zagueiro Bruno Alves ainda tentou estufar as redes no rebote, mas isolou.

Na segunda metade do primeiro tempo as duas equipes diminuíram o ritmo e passaram a ter mais dificuldades para criar boas chances de gol. O Fortaleza ainda teve uma oportunidade com Lucas Crispim, que conseguiu tocar por cima de Tiago Volpi, que saiu do gol para tentar abafar, mas a defesa do São Paulo ficou com a sobra, cortando o perigo.


Segundo tempo

O São Paulo não apresentou grandes mudanças na etapa complementar. Sem conseguir agredir o rival, o técnico Hernán Crespo se viu na obrigação de mexer na equipe. Benítez e Rodrigo Nestor deixaram o campo para as entradas de Gabriel Sara e Liziero, respectivamente, e, aos poucos, o Tricolor começou a chegar com mais naturalidade no ataque.

O Fortaleza também passou por mudanças. Robson e Romarinho entraram nas vagas de David e Matheus Vargas, respectivamente, e por pouco um dos acionados pelo técnico Juan Vojvoda não abriu o placar. Aos 21 minutos, Robson arriscou de fora da área, mandando rente à trave de Tiago Volpi.

Mas, quem acabou balançando as redes, de fato, foram os donos da casa. Aos 23 minutos Rigoni recebeu lançamento de Reinaldo, matou no peito, cortou a marcação e bateu forte, de esquerda, para, enfim, deixar o São Paulo em vantagem no jogo. E não parou por aí. Dez minutos depois, após desarme de Liziero, o atacante argentino saiu em velocidade, sem marcação, rumo ao gol rival e bateu com categoria no cantinho para ampliar e encaminhar a importante vitória para o Tricolor no Morumbi.

Mas, antes do apito final, teve tempo para Tiago Volpi cometer mais uma falha com a camisa do São Paulo. Aos 38 minutos, o goleiro deixou o gol para tentar afastar o perigo, mas passou batido, e a bola sobrou nos pés de Pikachu, que precisou apenas empurrar para o fundo das redes e recolocar o Fortaleza no páreo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 FORTALEZA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 25 de agosto de 2021, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
VAR: Wagner Reway (PB)

Gols: Rigoni, aos 23 e 33 do 2ºT; Pikachu, aos 38 do 2ºT, e Romarinho, aos 47 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Gabriel Sara (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Daniel Alves, Luan, Nestor (Liziero), Benítez (Gabriel Sara) e Reinaldo; Rigoni (Luciano) e Pablo.
Técnico: Hernán Crespo.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Yago Pikachu, Tinga,Titi e Lucas Crispim (Ronald); Felipe, Ederson (Edinho), Jussa e Matheus Vargas (Romarinho); David (Robson) e Wellington Paulista (Henríquez).
Técnico: Juan Vojvoda.

Deixe seu comentário