São-paulinos deixam o campo calados e Michel ouve xingamentos

São Paulo, SP

17-02-2016 21:53:52

Michel Bastos, capitão da equipe no embate, foi o único xingado nominalmente pelos torcedores

A noite de terror do São Paulo contra o Strongest não pôde ter a voz dos jogadores após a derrota por 1 a 0 do Tricolor dentro de casa para os bolivianos. Atordoados com o resultado e com as vaias da torcida presente ao estádio do Pacaembu, os atletas se recusaram a dar entrevistas na saída de campo e desceram rapidamente para os vestiários do local.

O único grito audível após o apito final do juiz foi o de "Ei, Michel, vai tomar no c...", que partiu do setor destinado às torcidas organizadas. No lugar em que ficou a Dragões da Real, uma das principais torcidas do clube, torcedores se desentenderam entre aqueles que queriam apoiar o elenco mesmo com a derrota e aqueles revoltados com o revés, causando certa confusão.

Mesmo os jogadores acostumados a sempre dar satisfação, como o meia Michel Bastos e o zagueiro Rodrigo Caio, foram compelidos pelos companheiros a evitar as perguntas dos jornalistas e descer rapidamente para a parte interna do Pacaembu. Enquanto isso, no meio da Independente, principal facção, outro corre-corre pôde ser observado.

Durante o jogo, a relação só foi abalada com o gol de Alonso, já no segundo tempo. Antes disso, os tricolores fizeram como prometidos nas redes sociais e aplaudiram até o zagueiro Lucão, contestado após as falhas contra o Corinthians. Uma derrota para o Strongest, porém, acabou com a paciência da maior parte dos presentes.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?