Futebol/Campeonato Brasileiro

São-paulinos defendem Diniz e pedem permanência para 2020: “Nunca vi igual”

Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
05/12/2019 07:00:40

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, São Paulo

Os jogadores do São Paulo trataram de defender a permanência de Fernando Diniz para a próxima temporada após a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, nesta quarta-feira, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Pressionado no cargo por conta das oscilações da equipe, o comandante tricolor ao menos parece contar com o apoio irrestrito de seus atletas.

“[O Fernando Diniz] É um cara que dá a vida pelo clube, pelos jogadores, pelos funcionários. Vocês não veem ali dentro o que esse cara faz, é algo que eu nunca vi igual. Eu tenho de enaltecer o trabalho que o Diniz faz. Acho que nunca treinei tanto na minha vida. A gente trabalha para consolidar. Ficamos no CT até 21h, 22h, trabalhando”, afirmou Tchê Tchê.

Em 16 jogos pelo São Paulo, Fernando Diniz soma sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas, tendo um aproveitamento de 52%. Com pouco mais de dois meses à frente da equipe, o treinador sabe que ainda tem muito a evoluir, mas, pelo menos a rotina da trabalho aparentemente convenceu o elenco de que ele é o cara certo para reconduzir o clube ao caminho das glórias.

“Vale a pena qualquer tipo de esforço quando você está em uma equipe do tamanho do São Paulo e tem que dar resultados. O Diniz tem muito mérito no que aconteceu, porque ele tem se doado ao máximo para todos nós, e o time tem jogado com ele nessa ideia. Acredito que no próximo ano, com uma boa pré-temporada, bastante tempo para treinar, tem tudo para ser um ano melhor que 2019”, completou Tiago Volpi, também convencido de que o técnico pode mudar o patamar do elenco.

Permanência de Fernando Diniz à parte, agora o São Paulo volta o foco para seu último compromisso no ano, no próximo domingo, contra o CSA, no estádio Rei Pelé. Sem nada a disputar, o Tricolor não terá à disposição Bruno Alves, que terá de cumprir suspensão por acúmulo de cartões. A tendência é que Anderson Martins ganhe uma oportunidade, com Walce correndo por fora na disputa.




  • LEÃO SOBERANO

    O tricolor parece um puteiro; não tem comando; jogadores é que contratam o técnico; é o fim do mundo; é o ca chorro abanando o ra bo; o poste mi jando no ca chorro.

×
Quer receber notícias do São Paulo?