São-paulino promete time aguerrido após "dever" em jogos grandes

Tossiro Neto - São Paulo,SP

16-03-2015 17:41:00

Depois dos resultados negativos contra o Corinthians e do empate sem gol com o Santos, a torcida do São Paulo pode esperar ao menos mais entrega por parte dos jogadores na quarta-feira, no Morumbi. É o que disse o zagueiro Edson Silva, a dois dias do duelo com o San Lorenzo, campeão da edição passada da Copa Libertadores.

Depois das derrotas contra o Corinthians e do empate sem gol com o Santos, a torcida do São Paulo pode esperar ao menos mais entrega por parte dos jogadores na quarta-feira, no Morumbi. É o que disse Edson Silva, a dois dias do duelo com o San Lorenzo, campeão da edição passada da Copa Libertadores.

"A gente sabe que está devendo em jogos grandes, clássicos. Nos dois jogos contra o Corinthians, o primeiro nem se fala, a gente tem consciência de que ficamos devendo. No segundo, creio que a gente se portou bem melhor", falou o zagueiro. "Tivemos bons exemplos e a atitude vai ser outra, de time bem aguerrido. Independentemente de ser jogo importante ou não, não pode deixar de acreditar até o apito final".

É importante que o time realmente tenha outra atitude, já que um tropeço em casa pode tornar muito menores as chances de classificação no torneio sul-americano. Enquanto o Corinthians lidera seu grupo com 100% de aproveitamento, o São Paulo e a equipe argentina somam três pontos cada em duas rodadas e se enfrentarão duas vezes, a segunda delas na Argentina.

Edson Silva reconheceu que a equipe não atuou bem nos confrontos mais importantes da temporada atual
Edson Silva reconheceu que a equipe não atuou bem nos confrontos mais importantes da temporada atual - Credito: Fernando Dantas/Gazeta Press
"Na teoria, vitória ou derrota vão definir o que vai acontecer. Temos que encarar todos os jogos com seriedade, independentemente se for agora ou para frente. Vai ser de suma importância a gente conseguir os três pontos para encaminhar a classificação", reconheceu Edson Silva, que será titular novamente porque Dória ainda não se livrou de dores no tornozelo esquerdo.

Além do zagueiro emprestado pelo Olympique de Marselha, o técnico Muricy Ramalho não contará com Reinaldo. O lateral esquerdo acusou desconforto no músculo adutor da coxa esquerda e foi vetado pelo departamento médico. Em contrapartida, o volante Souza e os atacantes Luis Fabiano e Ricky Centurión deixaram o Reffis, treinaram com bola na tarde desta segunda-feira e se aproximaram do retorno.

Deixe seu comentário