Reinaldo nega falta de vontade e defende Aguirre em meio à fase ruim

São Paulo, SP

21-10-2018 18:21:32


Com o empate diante do Atlético-PR, no sábado, em pleno Morumbi, o São Paulo chegou ao sexto jogo consecutivo sem vitória no Campeonato Brasileiro. O resultado e o mau momento da equipe resultaram em protestos nas arquibancadas, que entoaram gritos de “time amarelão” e pediram “mais vontade” aos jogadores.

No entanto, o lateral-esquerdo Reinaldo, improvisado no meio-campo na partida, discordou da opinião dos torcedores, mas disse entender. Segundo o jogador, não faltou vontade, e sim sorte, já que a equipe construiu jogadas para tirar o zero do placar.

“Falar que a gente jogou sem vontade isso aí não pode falar, porque vontade não faltou. Brigamos até o último minuto. Infelizmente não conseguimos a vitória. O torcedor fica insatisfeito mesmo, porque já são vários jogos sem ganhar. Agora, o que tem de fazer é trabalhar e pensar no próximo jogo”, disse.

“Tivemos chances, bola passando na frente da área e ninguém ali para chutar, quando antes na boa fase essa bola sempre entrava. Não é desculpa de falta de sorte, mas o time mostrou que é aguerrido e batalhador, brigou até o último minuto”, completou.

A queda de performance e na tabela de classificação resultou em questionamentos ao trabalho de Diego Aguirre. Diante desse cenário, Reinaldo entende as cobranças ao treinador, mas pede que seja em conjunto com o grupo.

“A gente sabe que não é só Aguirre, é todo o time. Então, a cobrança não pode ser só no professor Aguirre. Quando estávamos lá em cima era todo mundo, então quando a gente entrou nessa fase ruim vai todo mundo junto”, afirmou.

Ocupando a quarta posição, com 53 pontos, o São Paulo busca reencontrar as vitórias na próxima sexta-feira, quando visita o Vitória, no Barradão, às 19h30 (de Brasília).

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?