Nenê faz o primeiro dele, Sidão salva e São Paulo vence o Bragantino

José Victor Ligero - São Paulo , SP
07/02/2018 23:36:19 — 08/02/2018 03:39:52

Em: Bragantino, Campeonato Paulista, Escolha do editor, Futebol, São Paulo

O São Paulo conquistou na noite desta quarta-feira a sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Paulista, em partida adiantada pela sexta rodada do torneio. Sob os olhares do recém-contratado Valdívia, o Tricolor venceu o Bragantino, por 1 a 0, no Morumbi, com gol de Nenê, o primeiro dele em dois jogos pelo novo clube, e grande atuação de Sidão, que evitou o empate com duas grandes defesas.

Com o resultado, o São Paulo se isolou na liderança do Grupo B do Estadual ao somar dez pontos ganhos, três a mais que a Ponte Preta, que tem uma partida a menos. Já o Bragantino, sem vencer há quatro jogos na competição, permanece no segundo lugar do Grupo A, com sete pontos, atrás do Corinthians (12).

Com uma semana de preparação e folga durante o Carnaval, o Tricolor voltará a campo na próxima quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), para enfrentar o Ituano, como visitante. Um dia antes, às 17 horas, o Massa Bruta buscará sua reabilitação diante do Mirassol, no Estádio Nabi Abi Chedid.

O Jogo –  Diante de meros 10 mil torcedores, o São Paulo precisou de pouco tempo para abrir vantagem no marcador. Aos seis minutos, Nenê converteu pênalti sofrido por ele mesmo e marcou o seu primeiro gol em dois jogos com a camisa tricolor.

Após diminuir um pouco o ritmo, o time da casa por pouco não ampliou aos 27 minutos, quando Jucilei descolou grande lançamento para Marcos Guilherme, que saiu na cara do goleiro. O atacante dominou no peito, invadiu a área, mas mandou em cima de Alex Alves.

Com o domínio completo da partida, o Tricolor ameaçou a meta adversária mais duas vezes antes do intervalo. Ambas com o aceso Cueva. Primeiro, o peruano fez grande jogada pelo meio e acionou Militão, que cruzou com perigo. Depois, o camisa 10 exigiu defesa do goleiro em cobrança de falta com efeito.

Sem ameaçar a meta são-paulina no primeiro tempo, os visitantes chegaram perigosamente logo no princípio da etapa complementar. Aos nove minutos, após cobrança de lateral, o atacante Léo Jaime aproveitou desvio, girou e bateu de dentro da pequena área. Atento, Sidão evitou o empate com a perna.

Novamente oscilando no duelo, o São Paulo voltou a levar sustos. Aos 17, após cruzamento de Fabiano na área, Matheus Peixoto subiu livre entre os zagueiros e testou por cima. Pouco depois, Ewerton levantou pela direita e Sidão fez grande defesa à queima-roupa em nova cabeçada do centroavante rival.

Diante da queda de rendimento de sua equipe, o técnico Dorival Júnior colocou Brenner e Tréllez nos lugares de Cueva e Diego Souza. Também saiu Nenê para a entrada de Hudson, que reestreou pelo Tricolor após passagem pelo Cruzeiro. As alterações, contudo, não surtiram efeito. Para piorar, aos 43 minutos, Matheus Peixoto recebeu cruzamento e, na marca do pênalti, bateu mascado, para fora, garantindo o segundo triunfo seguido do Tricolor no Paulistão.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 BRAGANTINO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 7 de fevereiro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Adriano de Assis Miranda
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Tatiane dos Santos Camargo
Público: 10.278 torcedores
Renda: R$ 230.814,00
Cartão Amarelo: Rodrigo Caio (São Paulo)
Cartão Vermelho: –
Gol:
SÃO PAULO:
Nenê, aos seis minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei; Marcos Guilherme, Petros, Nenê (Hudson) e Cueva (Brenner); Diego Souza (Tréllez)
Técnico: Dorival Júnior

BRAGANTINO: Alex Alves; Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Evandro, Adenilson, Hélton Luiz (Bruno Sávio) e William Schuster (Anderson Ligeiro); Léo Jaime (Rafael Silva) e Matheus Peixoto
Técnico: Marcelo Veiga