Gazeta Esportiva

Muricy comenta legado de Telê e projeta temporada do São Paulo em 2023: "Estamos num bom caminho"

André da Silva Costa - São Paulo,SP

25/01/23 | 15:50 - 25/01/23 | 15:58

O São Paulo inaugurou nesta quarta-feira, data de aniversário do clube, uma estátua ao ídolo e ex-técnico Telê Santana, no estádio do Morumbi. Atual coordenador técnico do time tricolor, Muricy Ramalho esteve presente no evento e exaltou o legado deixado pelo histórico ex-treinador.

"Muita gente deve agradecer ao Telê. Ele fez uma geração de torcedores e o São Paulo cresceu muito com ele, principalmente pelos títulos. Estou muito feliz, o São Paulo está realmente de parabéns", disse.

"O Telê sempre pensava lá na frente. Ele queria preparar um treinador para assumir o lugar dele, mas não muito parecido com ele. Por isso ele me escolheu. A única tristeza que eu tenho é que ele não viu o produto final que fez, ele iria ficar muito orgulhoso. Tudo que a gente fizer aqui é pouco para o Telê, um cara que amava o clube, vivia no CT. Ele merece tudo, parabéns a diretoria do São Paulo que que reconheceu isso, a torcida ficará perto dele", completou.

Muricy, multicampeão pelo São Paulo, foi questionado se poderia, em um futuro breve, presenciar o lançamento de um monumento em sua homenagem. Ele, porém, se disse mais "discreto" e rechaçou a possibilidade. O ex-jogador completou dizendo que apenas Telê é digno do tributo realizado pelo clube.

"Cheguei aqui em 64. Aqui é o meu time, a minha casa, eu vinha em todos os jogos. Não sou muito chegado em manter as coisas expostas assim, tenho poucas fotos. Acho que quem merecia ter uma estátua era um só, e essa pessoa era o Telê. Ele foi bicampeão do mundo e da América. Eu só ganhei três Brasileiros, que também é difícil, mas Telê é único", comentou.


Assim como a de Telê, a história de Muricy pelo São Paulo é vasta e recheada de conquistas. Ele comandou a equipe em três oportunidades (entre 1996 e 1997, 2006 e 2009, e 2013 e 2015), conquistando cinco taças no período: Campeonato Brasileiro, em 2006, 2007 e 2008, Copa Conmebol, em 1994, e a Copa Master da Conmebol, em 1996.

Ídolo projeta 2023 do São Paulo

Além de reverenciar Telê, Muricy fez uma breve projeção sobre o time do São Paulo em 2023. Ele, que fez parte do processo de construção da equipe, se mostrou otimista com o trabalho de Rogério Ceni e a contratação de reforços para a temporada, e afirmou que o clube está "em um bom caminho".

"Vamos tentar fazer o nosso melhor e o Rogério Ceni também. É um time novo, mais físico do que o outro. Ainda é muito cedo para falar de qualquer time na temporada, mas acho que estamos em um bom caminho, na sequência vai dar resultado", finalizou.

Deixe seu comentário