Futebol

Meia da Copinha, Nestor fala em “transição mais fácil” com Jardine

Felipe Leite* - São Paulo , SP
31/01/2019 08:45:20

Em: Copa São Paulo de Juniores, Escolha do editor, Futebol, Notícias, São Paulo
Pela experiência na base, técnico do São Paulo encaminha transição para o profissional mais facilmente, de acordo com meia (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Por conta de sua passagem nas categorias de base, o técnico são-paulino André Jardine facilita a transição dos atletas mais jovens à categoria profissional do Tricolor. Ao menos, quem garantiu isso foi Rodrigo Nestor, meio-campista da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

“Na base de Cotia, todas as categorias procuram jogar do mesmo jeito e ter o mesmo estilo de jogo. Com o Jardine, há um legado tanto para o sub-20 quanto para as outras categorias. A transição fica mais fácil”, contou o camisa 8 à Gazeta Esportiva. 

Promovido ao sub-20 no ano passado, Nestor já treinava com Orlando Ribeiro, treinador do Soberano na Copinha, quando o mesmo estava no comando do sub-17. Com a promoção de André Jardine para o profissional, a parceria entre os dois se manteve na categoria de cima e possibilitou que Rodrigo Nestor desempenhasse uma função inesperada durante o torneio de juniores, já que Gabriel Sara, o armador do time, se lesionou ainda no início da competição.

Quanto à disputa do torneio nesta temporada, o meia relembrou o vice-campeonato no ano passado para enfatizar o título. Em 2018, o São Paulo foi desbancado pelo Flamengo na grande decisão da Copa SP de Juniores, ao perder a final por 1 a 0.

“Infelizmente ano passado batemos na trave. Saímos muito tristes do Pacaembu. Esse ano, tive a oportunidade de estar em campo e jogar a competição, disputar a final com o estádio lotado e a torcida maravilhosa. Deu certo e fomos campeões”, finalizou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

* Especial para a Gazeta Esportiva




×
Quer receber notícias do São Paulo?