Gazeta Esportiva

Marcos Paulo é o reforço menos utilizado por Ceni neste início de ano

São Paulo, SP

25/01/23 | 08:00

Marcos Paulo chegou ao São Paulo cheio de expectativas. O atacante, que deixou o Fluminense para defender o Atlético de Madrid, decidiu retornar ao Brasil para recuperar o futebol que o fez chamar atenção de um grande clube europeu, mas, pelo menos por enquanto, não vem conseguindo ganhar espaço sob o comando de Rogério Ceni.

Marcos Paulo foi acionado em duas das três partidas que o São Paulo disputou em 2023, mas em ambas as oportunidades teve pouquíssimos minutos para mostrar seu potencial. Contra o Ituano, o atacante substituiu Luciano aos 35 minutos do segundo tempo, mas pouco pôde fazer para tentar evitar o empate sem gols diante de mais de 45 mil pessoas no Morumbi.


No último domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, Marcos Paulo foi acionado novamente por Rogério Ceni na reta final do jogo, mais precisamente aos 45 minutos da etapa complementar, entrando na vaga de David. O jovem de 21 anos, apesar do pouco tempo em campo, até protagonizou algumas boas jogadas, mas nada que fizesse o Tricolor ir às redes.

Internamente há o consenso de que Marcos Paulo já está adaptado ao novo clube e, inclusive, se dá muito bem com alguns de seus novos companheiros, como o volante Luan.

Nesta quinta-feira, contra a Portuguesa, no Morumbi, Marcos Paulo poderá ter a chance de jogar por mais tempo. Isso porque a tendência é que Rogério Ceni poupe alguns de seus principais atletas já pensando no clássico do próximo domingo, contra o Corinthians.

O São Paulo terá dois dias a menos para descansar e se preparar para o Majestoso em relação ao rival, que entrou em campo nesta terça-feira para enfrentar o Guarani, pela quarta rodada do Paulistão. Em início de temporada, com as equipes ainda longe da forma física ideal, ter 48 horas a mais que seu adversário entre duas partidas pode fazer toda a diferença.

Deixe seu comentário