Futebol/Bastidores

M. Guilherme alcança marca histórica ao atuar em 29 jogos seguidos

São Paulo , SP
11/02/2018 16:51:39 — 11/02/2018 17:26:32

Em: Bastidores, Futebol, São Paulo
São-paulino desde a infância, Marcos Guilherme tem contrato por empréstimo até o fim de 2018 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Titular absoluto sob o comando do técnico Dorival Jr, Marcos Guilherme atingiu uma marca história no São Paulo. Desde julho do ano passado no clube, o atacante atuou 29 partidas consecutivas e igualou o feito de Éder Taino, último novato a emplacar a mesma sequência vestindo a camisa tricolor.

Marcos Guilherme estreou com o São Paulo na fatídica vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo, de virada, no Engenhão, em que balançou as redes em duas oportunidades. Desde então, o atacante ganhou espaço e passou a figurar como uma das primeiras opções de Dorival Jr para o setor ofensivo. Ao todo, são 28 partidas consecutivas como titular.

Leia mais:

Mesmo instável, São Paulo pode chegar ao quarto jogo seguido sem levar gol

A marca não era alcançada por nenhum atleta desde 1985, quando Éder Taino também atuou em 29 jogos de maneira consecutiva após acertar com o clube do Morumbi.

“Fico extremamente feliz com esta marca, principalmente como torcedor são-paulino desde a infância, porque sempre foi o meu grande sonho poder defender o clube. Vivo uma boa sequência na equipe, sempre em alta intensidade, e espero permanecer assim por mais tempo”, disse Marcos Guilherme.

Almir, com 34 jogos, e Everton, com 31, são os dois atletas tricolores que mais acumularam partidas consecutivas pelo clube, em 1981. Marcos Guilherme, no entanto, está próximo de alcançar o feito. Somente jogadores mais experientes, que passaram cerca de três anos no São Paulo, possuem um número ainda maior de partidas em sequência. São eles: Fredenreich, Luizinho e Clodô.

Confira abaixo quem são os jogadores que mais atuaram de maneira consecutiva pelo Tricolor:

C. JOGADOR J ANOS
 

 

Friedenreich

 

71

 

1930-1932

Luizinho 65 1930-1932
Clodô 62 1930-1932
Siriri 50 1930-1931
Benê 43 1961
Felipelli 40 1936-1937
Waldemar de Brito 39 1933-1934
Lourival 38 1967
Babá 36 1966
10º Deleu 35 1961
11º Nestor 35 1930-1931
12º Almir 34 1980-1981
13º Dino Sani 32 1954
14º Éverton 31 1981
15º Joãozinho 31 1931-1932
16º Florindo 30 1942-1943
17º Éder Taino 29 1985
18º Pita 29 1984
19º Marcos Guilherme 29 2017-2018
20º Capitão 28 1998