Luis Fabiano volta a treinar e Reffis fica quase vazio no Tricolor

Edoardo Ghirotto e Tomás Rosolino - São Paulo,SP

07-10-2015 12:25:24

Os dias difíceis para escalar uma equipe pelos quais passou o São Paulo durante o mês de setembro parecem estar bem próximos do fim. Na reapresentação do elenco, nesta quarta-feira, o atacante Luis Fabiano e os zagueiros Breno e Luiz Eduardo trabalharam normalmente com o restante dos companheiros, deixando o Reffis quase zerado. O único que segue lá é o meia Michel Bastos, ainda recuperando-se de um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda.

O camisa 9 retorna após sofrer um trauma na musculatura do esterno, na região do tórax, na partida contra o Vasco, pela Copa do Brasil, no Morumbi. Na ocasião, ele chegou a deixar o estádio em uma ambulância. Já Breno conseguiu superar uma tendinite no joelho esquerdo, que o tirou dos embates contra Palmeiras, Vasco e Furacão. Luiz Eduardo, que se tratava há 40 dias no respeitado departamento médico tricolor, está quase totalmente recuperado de um edema ósseo no joelho esquerdo.

A atividade desta manhã foi tão recheada que os atletas acabaram divididos em quatro equipe diferentes, cada uma com seis integrantes. Além de Bastos, Milton Cruz, que assume como técnico interino depois da saída de Osorio, a princípio, não pôde contar com o atacante Alexandre Pato, fora por uma indisposição estomacal, e os zagueiros Lucão e Rodrigo Caio, ambos a serviço da Seleção olímpica.

Antes de tudo começar, o técnico Juan Carlos Osorio foi a campo para comunicar aos atletas a decisão de se desligar do clube para ir treinar a seleção mexicana. Depois, Luis Pompilio, seu auxiliar, também falou com o elenco, que finalizou o papo matinal ouvindo as palavras do capitão Rogério Ceni.

Na movimentação, foi possível observar que, ao menos no método, Osorio ainda não foi esquecido no Tricolor. A ideia pregada por Cruz, junto com o preparador físico Zé Mario Campeiz, era a de que os atletas trocassem passes rápidos e buscassem chegar à marca de ao menos 15 toques antes de finalizar as jogadas. Esse era o ritual quase diário de Osorio nos quatro meses em que esteve no comando, antes de acertar sua ida para a seleção do México.

Os goleiros, liderados por Rogério Ceni, fizeram um treino específico no campo anexo ao gramado principal do CCT da Barra Funda. Depois, Ceni, Denis, Renan Ribeiro, Lucas Perri e Leo foram os arqueiros de cada um dos times separados pela comissão técnica, precisando revezar em algumas ocasiões. No total, 29 atletas participaram da atividade.

Como a próxima partida da equipe será apenas no dia 14 deste mês, contra o Fluminense, no Maracanã, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, é possível até que Michel Bastos esteja à disposição. Com ele, os três que retornaram no treinamento desta quarta e até Alan Kardec, que vem trabalhando há duas semanas com o restante do elenco, mas ainda não chegou a ser relacionado para um jogo, o grupo estaria todo em condições de jogar.

Kardec, contratado no ano passado, rompeu o ligamento cruzado do joelho direito no dia 1º de abril deste ano, passando por uma cirurgia oito dias depois e ficando de molho até então. Já sem qualquer limitação em sua movimentação, o camisa 14 acredita que já está em condições de voltar a entrar em campo com a camisa da equipe.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?