Futebol/Copa Libertadores

Lucão e Boschilia miram Libertadores animados por aprendizado de 2014

GazetaEsportiva.net - São Paulo, SP - Brasil
01/01/2015 14:26:00

Em: Futebol, Libertadores, São Paulo

A expectativa pela primeira disputa da Libertadores das carreiras de Lucão e Boschilia aparece com ânimo pelo que os dois jovens jogadores do São Paulo já aprenderam. O zagueiro e o meia iniciam 2015 ainda acumulando benefícios pelo que viveram na temporada passada, aumentando suas experiências.

Lucão, por exemplo, viveu um ano de divisor de águas em sua segunda temporada como profissional. Participou de 15 partidas, sendo 12 como titular, marcando dois gols. Sempre foi considerado por Muricy Ramalho como alternativa para o setor defensivo e recebeu uma sequência de chances até fraturar o pé em choque com Wellington Paulista, do Inter, em 12 de novembro.

“O ano foi bom e produtivo. Comecei a temporada sem muitas chances, mas depois ganhei a confiança do Muricy e recebi algumas oportunidades entre os titulares. Com essa boa sequência, existia até a possibilidade de terminar o ano jogando. Infelizmente, sofri a lesão, mas 2014 me trouxe muito aprendizado e experiência para iniciar a caminhada em 2015”, disse o zagueiro.

O zagueiro Lucão terminou o ano mahucado, mas ganhou a confiança de Muricy, que o escalou como titular 12 vezes
O zagueiro Lucão terminou o ano mahucado, mas ganhou a confiança de Muricy, que o escalou como titular 12 vezes – Credito: Djalma Vassão/Gazeta Press
Por conta da contusão, Lucão se reapresentará na segunda-feira, três dias antes dos colegas sem problemas físicos. Mas o defensor só se anima ao pensar em 2015. “A expectativa é grande para a próxima temporada, e estou focado nisso. A oportunidade de poder disputar a minha primeira Libertadores me deixou muito feliz e espero que dê tudo certo. Vou trabalhar bastante para fazer bons jogos e ajudar a equipe.”

Pensamento similar ao de Boschilia, que começou 2014 disputando a Copa São Paulo de Futebol Júnior e, na primeira temporada pela equipe principal do Tricolor, virou uma arma importante de Muricy. O meia participou de 29 jogos, sendo quatro como titular, e terminou o ano com dois gols e uma assistência.

“A experiência de poder conviver com Kaká, Pato, Ganso, Luis Fabiano e Rogério levarei para a vida toda. Foi importante este aprendizado, quero aproveitá-lo para ganhar mais espaço em 2015. Vou entrar focado na próxima temporada, tentar aproveitar ao máximo as oportunidades para também me firmar no time”, falou Boschilia, que, em 2014, foi campeão da Panda Cup pela Seleção Brasileira sub-20, sendo eleito o melhor jogador do campeonato disputado na Ásia contra China, Croácia e Nova Zelândia.